Arquivo do blog

Postagens populares

Analfabetismo conjugal

CASAMENTO









Analfabetismo conjugal
“Um dos maiores desafios que os casais de hoje enfrentam, quer sejam casados ou não, é o analfabetismo conjugal. Muitos casamentos fracassam ou deixam de atingir seu pleno potencial porque os casais nunca aprenderam o que realmente significa o casamento. O entendimento que possuem é muito superficial ou moldado pela filosofia do mundo em vez de pelos princípios de Deus, ou ambos. O relacionamento no casamento é uma escola, um ambiente de aprendizagem no qual ambos os parceiros podem crescer e se desenvolver ao longo do tempo. O casamento não exige perfeição, mas deve ser lhe dada prioridade. O casamento possui o potencial de expressar o amor de Deus no seu mais pleno nível possível na terra. Quando duas pessoas totalmente diferentes unem-se, vivem e operam como só uma, amando, perdoando, compreendendo, suportando e entregando-se um ao outro generosamente, aqueles que as observam de fora irão ver pelo menos um pouco o que significa o amor de Deus”. 

Tirado do livro: Proposito e o poder do Amor e do Casamento – Myles Munroe

O analfabetismo conjugal acontece quando perdemos o privilegio de buscar nas Escrituras Sagrada o verdadeiro sentido do casamento. O casamento é uma aliança dada por Deus a todo que deseja se casar. Casamento é um compromisso com a pessoa amada, sendo assim, viver o amor é decidir sempre amar aquela que Deus te deu como companheira. A Bíblia diz: “Maridos, amai vossa mulher, como também em Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela”(Ef 5.25).

                                                 Comentário do Pastor Nilton Marques


Por que devo permanecer casado?
O que é estar casado?
“Não há nada pior no mundo do que um mau casamento e, ao mesmo tempo, nada melhor do que um bom casamento”
Por isso pense bem antes de casar! Dialogue muito com a pessoa com quem deseja se casar para não sofrer a desilusão de viver ao lado de alguém bucólico e sem sonhos. No entanto o casamento é uma das maiores escolas de aprendizado que Deus nos deu e pode ser um lugar onde marido e esposa se refinem. A matéria bruta é gradualmente lapidada até que haja um profundo, polido e mais perfeito trabalho harmonioso, que satisfaça ambos os indivíduos. Contudo isso leva algum tempo, energia e esforço significativos
Essa é uma alegria que começou no Genesis e continua perpetuando até hoje; o relato de Genesis diz que a razão do casamento é: “Por isso deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne” (Gn 2.24). A pergunta que vem por quê deixar pai e mãe? Por causa dessa combinação misteriosa, obrigatória, de identidade e alteridade. Depois de examinarmos, tanto quanto possível, todas as outras criaturas no mundo, Deus acaba nos apresentando uma criatura especial, que mexe com nossa imaginação e balança a nossa alma e que nos faz entender a beleza da vida. A mulher. Que toca profundamente em nós do que qualquer outra coisa. Embora a pessoa possa ser muito diferente de nós de diversas maneiras importantes, mesmo assim há algo dentro de nós que reconhece o outro como osso de nossos ossos e carne de nossa carne semelhante a nós em um nível bem mais profundo do que a personalidade. Estar casado é saber que a pessoa quem estou faz parte de mim e da minha vida até que morte nos separe.
A necessidade de amar
Estar casado não significa ser levado para a linha de frente do amor, mas ser mergulhado no centro do assunto. É dia-a-dia encarar a necessidade de renovar, em níveis cada vez mais profundos, com confiança e fé, aquela aterradora e impossível decisão momentânea, que somente um poderia ter feito quando o outro estava caminhado nas nuvens de tanto amor e fora de si. Não é resignação a um fado, mas a livre e espontânea aceitação de um presente, de um desafio e de um destino. É alguma novidade se as pessoas não podem agüentar a pressão? Esta pressão somente pode ser controlada pelo amor, e sempre em doses crescentes. O casamento envolve renovação diária e continua de uma decisão, uma vez que é tão imprevisível e humanamente impossível desfrutá-lo, exceto pela graça de Deus.

O PERIGO DO CASAMENTO

Texto: Cantares de Salomão: 2.15

No versículo 15, “apanhar” está no imperativo, é uma ordem. Deus utilizou uma palavra forte para referir-se a esse perigo em nosso relacionamento. As raposinhas são invasoras indesejáveis que invadem sorrateiramente o casamento e podem destruir a pureza de nosso amor e a preciosidade de nosso relacionamento. Um casamento saudável e feliz tem de ser protegido. Temos de estar a postos e apanhar tudo o que possa ferir a delicada e vulnerável união que estabelecemos. Qual a aparência dessa raposa? Deixe-me observar rapidamente sete delas, que podemos chamar de sinais de aviso de um casamento em perigo.

Aviso no 1: O casamento enfrenta problemas quando os papeis de marido e mulher se invertem ou são desrespeitados.

Deus fez o homem para ser homem, marido e pai. Um homem jamais deve pedir desculpas por ser homem. Deus fez a mulher para ser mulher. Esposa e mãe. Nenhuma mulher deve pedir desculpas por ser mulher. Pense: ninguém desempenha o papel de um homem tão bem quanto um homem, e ninguém desempenha papel de uma mulher tão bem quanto uma mulher. Homens estão sofrendo uma crise de identidade. Nos dias atuais, os homens lutam contra a própria masculinidade. O dr. Peter Karl afirma: Os homens estão desamparados e inseguros; e cada vez mais regressam ao tipo clássico do menino crescido que espera receber os cuidados maternos. Um homem sábio que se prepara para o casamento busca orientação num homem mais velho mais sábio, que seja marido e pai bem-sucedido. Uma mulher sabia procurará outra mulher para orientar-se quanto ao casamento.

Aviso nº 2: O casamento enfrenta problemas quando não se alimenta de comunicação regular e genuína (a raposa do silencio).

Para o casamento ser saudável e vibrante cinco áreas exigem atenção constante: comunicação, finanças, sexo, filhos e relacionamento com os familiares do cônjuge. Se algum dos quatro últimos itens enfrentar problemas, podem anotar: a comunicação foi interrompida. Caminhar juntos por uma vida toda exige que conversemos de modo regular.

Aviso nº 3: O casamento enfrenta problemas quando forças ou pessoas de fora do casamento invadem o tempo importantíssimo de que os dois necessitam para ficar a sós e edificar e manter um relacionamento saudável. Há uma raposa nova nas matas que anda causando um dano muito grave nesse aspecto. Ela se chama internet. A internet está se tornando um solo fértil para o adultério, dizem os especialistas que pesquisam o padrão de relacionamentos extraconjugais. Mulheres que não trabalham fora, quando estão nas salas de bate-papo, falam sobre todas as questões pessoais que escondem dos maridos. A intensidade dos relacionamentos on-line das mulheres pode “galgar os degraus da imaginação com uma rapidez tamanha a ponto de as levar a crer que encontraram a alma gêmea. Essas relações podem chegar a um grau de intensidade que pode ameaçar o casamento, mesmo quando não há sexo. As ligações na web implicam três elementos do caso extraconjugal emocional: segredo, intimidade e química sexual. Pioneiros na área aconselha que os parceiro deve discutir sua amizade com seu cônjuge e deixe-o ler seus e-mails se ele estiver interessado. Crie uma caixa postal eletrônica em conjunto com ele para que seu amigo/a da internet não forme idéias equivocadas. Não troque fantasias sexuais on-line. Tome cuidado com quem e onde você gasta seu tempo. Isso é um bom indicador de onde está seu coração.

Aviso nº 4: O casamento enfrenta problemas quando as necessidades pessoais e reais sendo supridas cada vez mais fora da relação conjugal.

Tanto o homem quanto a mulher têm necessidades básicas inerentes à estrutura de seu ser. O homem, por exemplo, necessita que a esposa o admire e o realize sexualmente. A mulher necessita que o marido lhe dê afeto e diga coisa intimas. Quando não recebemos isso de nosso cônjuge, podemos ser tentados a procurar em outra pessoa. Isso é o que abre a porta para um caso amoroso. Este chega aos poucos e devagar, quase despercebido. É uma das raposas mais mortíferas que pilham nossa vinha. Se seu cônjuge não está suprindo suas necessidades, fale com Jesus. Como cristão, afirme como Filepenses 4.13.

Aviso nº 5: O casamento enfrenta os problemas quando os votos do matrimonio são considerados condicionais, quando ele não é mais visto como uma aliança sagrada diante de Deus e começa-se a considerar o divorcio uma solução possível para uma situação infeliz. (raposa da fadiga)

Um filho perguntou a seu pai: papai você acha que você e a mamãe vão se divorciar algum dia? Por que essa pergunta. Ele me respondeu que um de seus amigos, sempre alegre e bem falante, naquele dia chegar à escola triste e calado. Por que na escola ele ouviu de seu amiguinho que seu pai abandonou sua casa e que sua mãe estava triste. Então o pai disse para seu filho: eu sua mãe jamais se divorciariam, pois quando nos casamos estávamos bem convictos da promessa: “Até que a morte nos separe”. Esse incidente só reforçou de quanto é importante que pai e mãe permaneçam juntos, fazendo o melhor para o sucesso do casamento. Assim que se começa a cogitar a idéia de que a relação pode ser condicional, que depende da facilidade de cada um e pode-se lançar mão da porta de escape do divórcio a qualquer momento, o casamento passa a navegar em águas muito perigosas. O ser humano tende a buscar a saída mais fácil, e o divórcio é a saída mais fácil das crises matrimoniais. É preferível ao árduo e necessário trabalho de manter um casamento saudável.

Aviso nº 6: O casamento enfrenta problemas quando o homem e a mulher deixam de compreender, valorizar e desfrutar a grande e significativa diferença entre um e outro. (raposa do desentendimento)

Essa raposa leva-nos a segunda grande categoria de raposas: as raposas da diferença. Homem e mulher são de fato diferentes, e são diferentes em aspectos significativos. Vamos salientar seis. Ouvir é uma tarefa difícil para o homem. Contudo, isso faz a mulher feliz. Em geral os homens ficam intimidados, pois não são tão bons nessa arte quanto as mulheres. As mulheres, no entanto, consideram o diálogo importante para o coração e a alma. Os homens têm a tendência de relatar fatos. As mulheres estão muito mais interessadas em compartilhar sentimentos. Os homens sentem-se compelidos a oferecer soluções. As mulheres querem afirmação e compromisso. As mulheres são muito sutis e veladas na conversa, e os homens, infelizmente, não reagem bem insinuações. O tom da voz da mulher, a maneira de olhar e a linguagem corporal especifica podem falar mais algo do que as palavras. Homem que não percebe esses sinais não-verbais é reprovado na comunicação e será fonte de frustração para a mulher. Não temos bem certeza de por que isso ocorre, embora alguns insinuem que se deva ao encolhimento do cérebro. Homem e mulher se relacionam de maneiras diferentes no que se refere ao romance. Para os homens ele é altamente visual – é o que eles vêem. Para as mulheres, o romance é extremamente relacional e pessoal – e o que elas sentem. Homem na verdade, é uma criatura centrada na visão, é movido pelo que vê.

Aviso 7: O casamento enfrenta problema quando o amor sensual do inicio não se desenvolve em intimidade verdadeiro (a raposa da estagnação da intimidade)

Um jovem rapaz disse que casou com sua mulher por ela ser bonita e cheirosa, uma excelente cozinheira e dona de casa. Tinha personalidade agradável e cuidaria bem dele por muito tempo. Deixe-me falar com os homens por um minuto. Quando procuravam uma esposa, vocês pensaram: Vou casar com uma mulher feia. Quero uma de disposição sempre nebulosa, em quem eu vislumbre tempestades no horizonte. Quero alguém que não agrade abraçar nem beijar. Alguém que não saiba cozinhar nem cuidar da casa e não demonstre potencial nenhum para mudança. Duvido que qualquer homem elegesse esse critério. Sejamos francos! Vocês se casaram, ou estão pensando no casamento, exatamente pelas mesmas razões que eu. O amor emocional foi o inicio, mas o amor da alma é que nos manteve caminhando. Não podemos continuar no relacionamento da mesma forma que iniciamos. A relação tem que crescer desde o primeiro dia. Caso contrário, a raposa da estagnação entrará de modo sorrateiro e fará seu trabalho destrutivo. O amor é como uma vitrine sempre tenho que renovar.

62 comentários:

  1. pastor sou evangelica e casada mas pequei e estou angustiada pois ao sei como resolver minha consiencia esta me matando todods os dias o meu pecado esta diante de mim o que faço nao posso escandalizr a igreja e nem meu esposo e filhos e nem viver triste asim tenho sofrido muito caregando este fardo tao terivel ja nao aguento mas o que devo faser.
    Responder
    Respostas
    1. Olá, bem de tudo o que voce colocou, vejo que o primeiro passo é restaurar o seu relacionamento com Deus, isso envolve deixar a prática do pecado, desligar-se espiritualmente de tudo o que entristesse o coração de Deus e reconciliar-se com Ele. Reconhecer seus erros, dizer a Deus tudo o que te angustia e o que voce fez que foi errado. É o momento de rasgar o seu coração na presença de Deus. A partir da ai, que voce sentir que realmente Deus ouviu o seu clamor, ai entao, é sinal de que voce está sendo tratada por Deus. O mais importante de tudo isso é que voce precisará de ajuda, de alguém que voce confie, que seja temente ao Senhor, que possa te dar suporte em oração em todo esse processo de confissao e reconciliação com o Pai. Sozinha, voce nao conseguirá, peça ajuda do pastor da sua igreja, para que ele possa te acompanhar em todo esse processo. "...Um coração quebrantado contrito, oh Deus, não desprezará." Salmo:51:17
    2. Boa tarde! Sou evangelica e casada.Meu esposo é obreiroo, sofro muito com o vício dele não sei mais como ajudar isso atrapalha mt nossa relação já nem sei se o amo,pq não concordo como ele age,por favor me oriente quero ajuda-lo mais nao tenho forças...
    3. Pastor Nilton Marques19 de maio de 2013 11:00
      Olá! Eu não sei a quanto tempo você vem sofrendo nesta relação, não sei que vicio o seu marido tem já que ele é Obreiro. No entanto, tenho a impressão que você está vivendo um dilema muito grande na alma. A pergunta é: O que fazer? Como resolver esse fardo? Como oferecer ajuda alguém que não reconhece o erro?




      1.O primeiro passo você já deu reconhecer que precisa salvar o seu casamento. Agora é: O que fazer? Como seu marido é evangélico e Obreiro da igreja. então, o segundo passo é sentar com ele e ser franca dizer a ele que vocês precisam de ajuda para restaurar a paz no lar. em seguida convidar o pastor de sua igreja para ajudar o casal nesta nova jornada de fé e amor. Tudo na vida algum dia precisa ser confrontado e chegou a sua hora como esposa lutar contra o diabo o seu adversário no casamento. O seu marido precisa de ajuda ele está vivendo no pecado portanto a forma de vencer é buscando Jesus. Em Romanos 13.14. Paulo escreve "Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante as suas concupiscências". Em outras palavras, simplesmente se recuse a se acomodar a essa situação de pecado se ele é tentado por esse vicio lute contra isso em Cristo Jesus.
      2.O seu sofrimento te deixa abatida e sem força por que seu fardo é pesado e sozinha você não dá conta é preciso dividi esse fardo com alguém. É pra isso que existe a igreja e a liderança da igreja. Em Gálatas 6.2 Paulo escreve "Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo". Por mais que sejamos forte tem momentos que a nossa força esgota. Jesus deixou pessoas para nos ajudar nesta terra. Mas lembre o que diz 1 Corintios 10.13 em que a Bíblia nos responde sobre as tentações "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação. vos proverá, vos livramento, de sorte que a possais suportar". Esse verso, com certeza, é uma das mais bem-vindas e confortantes promessas de toda a Bíblia. nenhuma tentação pode ser tão poderosa que seja capaz de nos deixar sem esperança para resisti-la. 
      3.Davi era o rei de Israel cometeu vários erros a ponto de achar que iria escapar impuni dos seus erros. Deus enviou em sua casa o profeta Natã que lhe contou uma historia pra chegar no erro do rei da Davi. Peça a Deus para iluminar seu coração para você achar um meio de ajudar seu marido. converse com seu pastor peça orientação a ele. Enfim, faça algo para que alguma coisa aconteça. O mar vermelho só abriu depois que Moisés pôs a vara no mar. As coisas na sua vida só vai acontecer quando você se levantar como serva do Deus Altíssimo. "O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente diz ao Senhor: Meu refúgio meu baluarte, Deus meu, em quem confio" (Sl 91.1).
  2. Olá, tenho apenas 2 anos de casada e estou decidida a me divorciar.
    Não me sinto amada, valorizada, cuidada, segura...

    Acaba que não consigo respeitá-lo.
    Quando brigamos, xingo e desrespeito ele.

    Estamos separados, ele voltou pra casa da mãe dele. 

    Estou pecando, desagradando a Deus, ferindo princípios??
    Responder
  3. Graça e paz! Pr. acho que meu marido está me traindo com uma ex-namorada ele vive no maior segredo no celular e não me deixa nem encostar no celular dele. Essa mulher hoje é casada e tem 3 filhos eles pegam todo dia o onibus juntos para o trabalho, diz tambem ser evangelica. quando questiono com ele que não gosto dessa amizade ela só falta me engoliu. Ele diz que não fala mas com ela, só que descobri conversas deles na net e no celular. Por ela dizer ser crente eu a procurei e disse que não gostava da amizade, ela me garantiu que se afastaria dele só que isso nunca aconteceu. Até cd ele comprou pra lembrar do passado de qd eles namoraram. Pr. busco o seu aconselhamento devo me separar pois não aguento mais tanta angustia toda vez que vou conversar com ele ele fala logo que é melhor se separar. Eu realmente estou pensando em fazer isso deixa-lo livre.
    Responder
  4. Graça e paz da parte do Senhor Jesus!
    Pastor, descobri uma conversa da minha mulher via internet com um amigo nosso; nesta conversa ela estava dizendo que o queria muito. Chamei ela para conversar e no inicio tentou negar, mas com fatos não há argumentos ela resolveu assumir o erro, dizendo que não houve o fato consumado,por que ele não queria,realmente na conversa eu ví que ele a estava recusando. Mas ainda assim estou me sentindo traído. No passado infelizmente eu a traí, e ela soube, desde então nosso casamento acabou de ruir, e até hoje ela não me perdoou e ainda disse que sua vontade era me fazer sentir o que ela sentiu quando foi traída. Pastor de uns meses para cá eu tenho sentido algo diferente em minha vida, sinto que o Senhor quer algo a mais de mim e eu ainda não descobrí e neste período eu falei com minha esposa que precisava arrumar minha casa, meu casmento e principamente , meu caráter espiritual. Estávamos bem e qundo descobrí tudo isso eu entrei em choque. Ela me pediu perdão e eu não sei o que fazer, por favor Pastor me oriente dentro da Bíblia o que fazer. 
    Obs.: somos evangélicos e temos um casal de filhos.
    Responder
  5. pastor sou ajuntada a 12 anos temos uma filha só que vivemos sempre brigando por coisa atoas ou entao por eu ir a igreja nos sparamos e eu tive outra pessoa e ele também mas voltamos a quase dois anos e ele me joga na cara o tempo todo eu o perdoei e ele nunca me perdoa entao nunca estamos em paz o que faço me separo?
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques2 de fevereiro de 2013 03:45
      Paz do Senhor



      Vejo que você tem um questionamento em sua alma de ficar ou não com seu amado ou deixá-lo ir. Vejo também seu sofrimento e dor por causa do seu passado como se ele também não tivesse um. por causa disso, você é subjugada, vorazmente maltratada com palavras que fere sua consciência de mulher honesta e sincera na relação. Mas a bíblia nos ensina a perdoar. E perdoar é não se esquecer é lembrar sem sentir dor. vejo que seu companheiro ainda não lhe liberou o perdão completamente. Quero dizer três coisas a respeito de casamento:




      1) No seu E-mail você diz que não é casada ( juntada 12 anos) então seu envolvimento com seu companheiro é o que chamamos de "União estável" que é perfeitamente reconhecido pela lei dos homens desde que comprove o relacionamento duradouro. E com isso, é necessário tomar alguns cuidados como segue: 


      Para que se dissolva uma união estável, é preciso que ela, antes, seja reconhecida e a tarefa exige muita cautela, considerando-se que na dissolução podem estar envolvidos filhos, além de partilha de bens, pensão alimentícia e outras questões importantes.

      Diante da complexidade e da gravidade que envolve reconhecer e dissolver uma união estável, os julgadores avaliam provas escritas (cartas, bilhetes, declarações), fotografias, depoimentos de testemunhas e tudo mais que puder ser útil para formar sua convicção.


      Assim como no casamento, é importante que os companheiros, partes na união estável, tomem medidas protetivas em relação ao patrimônio de um ou de ambos. O regime de bens é um dos elementos que deve constar da escritura pública de união estável e sua escolha deve refletir os interesses e desejos do casal, já que a vida conjunta tem implicações financeiras. 



      2) Esse tipo de união só é reconhecido na lei dos homens não na lei de Deus. O casamento é algo muito sério precisa ser levado a sério. Casamento é uma aliança com Deus e essa aliança é inviolável. Na visão de Deus vocês estão em pecado e o diabo o vosso adversário aproveita desta situação e faz do seu relacionamento um inferno (Hb 13.4). Casamento tem que ter a glória do Senhor e ainda que aja luta, problemas, dificuldade, Deus estará presente com seu amor. Deus providenciou para você alguém que leva a serio a aliança do casamento se é o seu companheiro eu não sei. Mas não há casamentos duradouros sem o toque secreto e continuo de sua graça e amor. Aliança no altar de Deus tem haver com o amor, honra, confiança, fidelidade. Quanto mais próximo cada cônjuge estiver de Deus, mais próximo estará um do outro; e saber quem é Deus ajuda-nos a descobrir quem somos.




      3) Agora você já sabe qual a sua situação, nesta relação Deus deu a vocês uma menina que merece toda atenção e amor dois pais. eu aconselho a você conversar com pastor próximo de vocês para te ajudar nesta caminhada de fé e você procurar um meio de seu companheiro ir até esse pastor de confiança para fazer um discipulado com os dois. Já pensando num casamento no altar de Deus. Isso se você achar que ele é merecedor do seu amor para uma vida toda. quero lembrar a você que a oração é a chave da vitoria do crente. Ore pelo pai de sua filha para que Deus aja na sua vida "Clamou este aflito, e o Senhor o ouviu e o livrou de todas as suas tribulações" (Sl 34.6).




      Obs.: Gostaria de concluir contando uma experiência que vivi na minha igreja. um casal que já tinha mais de 20 anos de união estável mais que viviam brigando. Quando falei de casamento com eles no altar Deus, eles brigaram comigo dizendo que isso já mais funcionária com eles. E isso se arrastou por vários anos. até que eles chegaram para mim disseram que iria se render ao casamento no altar disseram que gostaria que fosse uma coisa simples sem festa e só as famílias. é assim eu o fiz. estão juntos e vivendo bem. Casamento onde tem Jesus o diabo não pode com ele.
  6. Olá Pastor, primeiro parabéns pelo ótimo espaço de aconselhamento. Boa visão.
    Me identifico no caso da Anônima do dia 27 de fevereiro de 2012 04:49.
    Tenho 27 anos, estou junto com minha esposa a 8 anos e casado a 5. Tivemos um namoro puro e segundo o coração de Deus, casamos virgens.
    Neste ano comecei a sentir falta de algumas coisas dela e claro que não justifica mas busquei ajuda de uma amiga que confundiu tudo e acabei me envolvendo e acabei me deitando com ela 1 dia.
    No mesmo dia vi que tinha cometido um enorme erro.
    Pedi perdão a Deus mas não tenho coragem de contar pra ninguém, o Sr. é o primeiro.
    De vez em quando isso vem e minha mente e me mata por dentro, hoje o casamento esta bom mas ao mesmo tempo não acho justo fazer minha esposa ficar com um cara que não inspira confiança.
    Sempre fui muito correto em tudo e até hoje não sei por que fiz isso.
    O que posso fazer?
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques2 de fevereiro de 2013 03:48
      Que esse relacionamento continue puro e sincero. Sinceridade faz parte de um casamento segundo o coração de Deus, isso que dizer transparência! Marido e mulher devem ser absolutamente transparentes. E todas as dificuldades surgidas dessa transparência devem ser imediatamente resolvidas, com o respeito, a compreensão e o perdão. A roupa suja deve ser lavada imediatamente, para que nada tenham de que se envergonhar. E esta transparência levará o casal a viver como aquilo que realmente são “uma só carne”. Não tem outra saída a não ser usar de transparência. Ela merece o seu casamento merece. Total transparência. Casamento segundo coração Deus é assim. Deus não escondeu e nem ocultou o pecado de Davi “homem segundo coração de Deus”. Por que o nosso Deus é transparente e verdadeiro (Sl 51.1-19).

      Que Deus te abençoe
  7. Pr.fui casada por 16 anos e 7 de namoro ele tb cristao ha 2 anos ele começou um caso com uma amiga da minha cunhada que ajudou bastante ele saiu de casa ela engravidou ele sabendo ser esteril nao pediu dna minha sogra tb cristao colocou ess mulher dentro de casa sendo minha sogra crista minha vizinha de bloco hj estou em outra cidade por nao consegui ficar perto de tudo isso,so que meu apto esta fechado divido com ele todas as despesas so que estou mandando o dinheiro ele enrolado em dividas nao esta pg em dia as prestaçoes resultado meu nome foi p o serasa estou querendi pedir o dovorcio vender o apto e viver minha via estou errada eu tentei lutei humilhei chorei e jejuei
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques18 de janeiro de 2013 09:29
      desculpe a demora. Eu li reli sua historia, e cinto muito que as coisas tenham chegado a esse ponto, sei que é difícil para você suportar tanta falta de respeito a você como esposa, no entanto, a sua pergunta se deve ou não separar do seu marido não é uma resposta fácil de se dá, já que a Bíblia é contra o divorcio, mas ela abre uma exceção. ainda que, a palavra abra essa exceção não que dizer que Jesus é a favor do divorcio isso é por que o nosso coração duro.vou-lhe dá opções e você decide:
      A verdade é que Sem Deus, o casamento é impossível. Deus quer estar no centro dos relacionamentos entre homens e mulheres, por isso criou um relacionamento tão difícil que, para fazermos com que ele funcione, temos de permitir que Deus se mantenha dentro dele. Aliança é perfeitamente administrada pelo seu Criador. Quando Deus faz uma aliança, ele não somente estabelece um relacionamento entre ele mesmo e aqueles que refletem a sua imagem, mas ele usa esse relacionamento como um recurso administrativo. As alianças de Deus são uma. Deus fez uma aliança com seu povo e nela encontramos sua família. Quanto mais próximo cada cônjuge estiver de Deus, mais próximo estará um do outro; e saber quem é Deus ajuda-nos a descobrir quem somos. casamento é a presença de Deus agindo na vida do casal. isso não está acontecendo no seu casamento? Seu marido vive na dependência de Deus? O divorcio só é permitido na bíblia só em caso de adultério (Mt 5.27.32). Leia este texto 1Co 7.10-16. Após ler tire suas conclusões.




      Quero que você saiba de duas coisas importante:




      1. Deus não vez ninguém para sofrer e ser infeliz cabe a você tomar uma atitude de confiar em Deus esperar sempre pelo melhor




      2. Ninguém casa querendo separar, mas casamento têm muitos desafios e às vezes nós não pensamos nisso antes de casar. Mas confia no Senhor. O que você decidir Deus estará com você quem errou não foi você foi ele. "Clamou este aflito, e o Senhor o ouviu e o livrou de todas as suas tribulações..."(34.6-10). 
  8. Pastor A Paz do Senhor, sou jovem e sou casada ha alguns anos, amo muiiiiito muiiiiito mesmo meu marido, mas no inicio do nosso casamento passamos por muitos problemas: ele ja me bateu, me expulsou de casa, me humilhou muito. Um tempo depois me envolvi com um amigo que também tinha problemas no casamento, com ele me senti muito desejada e acabei caindo em pecado com ele, depois de um tempo apenas fiquei com um colega de trabalho do qual sinceramente não sei porque nunca nem tive atração por ele, nada nada mesmo, quando lembro me pergunto o porque cai nesse pecado, sinto nojo. Ja me arrependi, me quebrantei diante do Senhor pedindo perdão de coração e quebrei todos os laços e inclusive disse a esse amigo do qual tive relação que não mas iremos nos ver, que estou firme com o Senhor e que meu casamento esta melhor que nunca, cada dia que passa me sinto mais e mais apaixonada pelo meu marido, eu olho para ele e fico muito feliz de poder dormir e acordar ao lado dele,o cheiro do perfume dele quando sinto ... caramba vou nas nuvens. Enfim, não contei pra ele sobre o meu pecado, mas me sinto muito culpada não consigo me perdoar, me sinto suja e indigna. Oque fazer??? Converso muito com minha melhor amiga que é mais que uma irmã pra mim e ela sempre me diz que Deus é perdoador e benigno e inclusive ja lançou meu pecado no mar do esquecimento e que Ele deve olhar pra mim e dizer: não é pra ela ficar assim o pecado já foi perdoado e esquecido. Mas é estranho é como se todos ao meu redor soubessem de algo eu sou muito paranoica e qualquer olhar diferente ja penso logo isso. Eu sinto como se fosse perde-lo. Tudo me faz lembrar esse pecado inclusive esse do trabalho, tudo tudo mesmo até o ônibus que peguei uma vez como ele. Não quero mas viver assim, quero apagar tudo isso da minha mente. Sei que satanás tem tentado contra mim pois estamos alcançando nossos objetivos e estamos esperando um bebê que sabemos que será uma potência na mão do Senhor. Por favor me ajuda, eu quero voltar a me sentir digna de estar com ele, quero dormir e acordar feliz sem lembrar de nada disso e se por ventura eu lembrar que seja passageiro, um erro que foi perdoado e apagado. Estou muito feliz ao lado dele. Assim como o Senhor perdoou oque ele fez comigo sei que perdoou os meus pecados. Aguardo resposta. A Paz.
    Responder
    Respostas
    1. Mas pastor não sei se ele vai me perdoar, não posso de forma alguma perde-lo. Ele é o amor da minha vida e estamos esperando um filho e se ele nunca mas quiser olhar na minha cara? Não posso fazer isso. Vou tentar sonda-lo pra ver se ele prefere que conte ou não. Vou puxar um assunto pra ver a resposta dele. Mas perde-lo não posso de forma alguma. Ja sei até oq perguntar. E outra coisa, estamos na melhor época do nosso casamento, ele não me bate mais, não me expulsa de casa e não me ameaça dizendo que vai sair, não me humilha. Me da mas atenção. Não posso fazer isso com ele, seria cruel demais. Mas não questiono sua sabedoria mas posso ser ousada? Se o pecado ja esta no mar do esquecimento, porque tirar dela? Afinal ninguem vai no fundo do mar em busca de algo sem valor. Ja passamos por isso uma vez no nosso namoro, foi dificil ele ficou com ódio de mim e foi apenas "ficar" com o tal cara. Achei que nunca mas aconteceria de novo mas me senti muito de lado e não me sentia desejada. Me ajuda por favor! Não teria outra solução?
    2. Pastor Nilton Marques9 de fevereiro de 2013 14:33
      Olá! Desculpa a demora. Estava em oração para de dizer o que precisa ser dito. Espero poder de ajudar; diante de tudo que li uma coisa você pode ter certeza Deus já perdoou os seus pecados e dele nem se lembra mais “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões, por amor de mim e dos teus pecados não me lembro” (Is. 43.25). Então deste já não se sinta culpada de nada se você já se arrependeu já se confessou diante do Pai. Acabou! “...Já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8.1), creia nisto não deixa o diabo tentar contra você de deixando depressiva por algo que você já se arrependeu; e nem sinta suja por que você foi lavada pela água mais limpa, cristalina que desce da fonte do trono de Deus para te purificar e limpar, não permita que diabo ponha esse tipo de pensamento na sua alma (suja), Deus apagou sua transgressão e nem se lembra mais. Você não deve se sentir como se estivesse num tribunal em que as pessoas de olha com olhar condenatório. Não! Você não deve se sentir assim, mas deve olhar para dentro de sua alma e aceitar o convite que Jesus já te fez: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei... por que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma” (Mt 11.28-29). Aceite esse convite e descansa no Senhor. Agora me deixa de dizer algo sobre seu casamento: Pra você sentir verdadeiramente feliz você precisa usar de transparência com seu marido; casamento é transparência. Marido e mulher devem ser absolutamente transparentes. E todas as dificuldades surgidas dessa transparência devem ser imediatamente resolvidas. Com o respeito, a compreensão e perdão. A roupa suja deve ser lavada imediatamente, para que nada tenham de que se envergonhar. E esta transparência levará o casal a viver como aquilo que realmente são “uma só carne”. Contar para seu marido é melhor remédio para seu casamento mais não será tarefa fácil nem para você e nem para ele, contudo ele vai precisa de tempo para digerir. Procure uma pessoa de confiança para orar com você para amparar o casal. Um casamento abençoado é baseado na transparência, na cumplicidade, na verdade por isso, contar a verdade para seu marido é importante fará bem a sua alma e você poderá olhar nos olhos dele e saber que não existe nada mais escondido, nada mais do que se envergonhar, pois você é transparente para ele. E Deus se encarrega de fazer aquilo que nós não podemos fazer curar as feridas expostas “Eis que lhe trarei a ele saúde e cura e os sararei; e lhes revelarei abundância de paz e segurança” (Jr 33.6). Portanto encerro dizendo que: Seu marido merece a transparência e seu casamento merece viver na verdade. Casamento feliz é aquele que é baseado na transparência.

      “Vinde, e tornemos para o Senhor, porque ele nos despedaçou e nos sarará; fez a ferida e a ligará” (Oseias 6.1).
  9. Pastor Nilton Marques11 de fevereiro de 2013 09:31
    Olá! Li reli várias vezes o seu argumento para não dizer a verdade para seu marido e vi que ele não está preparado para ouvir de você o que aconteceu no momento de crise. Além disso, ele vai ser pai e você vai ser mãe e agora está nascendo uma família. Família é tudo! Vou dizer três coisas para sua vida espiritual:




    1.Não deixe o passado te atormentar – Jesus disse a mulher “... Onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?... Nem eu tampouco te condeno, vai e não peques mais. A única coisa que você deve pensar neste momento é na sua gravidez e neste novo começo que Jesus Cristo está lhe dando. 



    2.Seja uma mulher que aprenda com os erros – Existe um Proverbio que diz: “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata com as próprias mãos, a derriba”. Todo casamento tem crise, tem deserto, tem problemas é importante saber lidar com eles. Sempre que surgir alguma crise procure seu pastor ou um líder espiritual de sua confiança e converse. 




    3.O amor é uma decisão - O amor é importante, mas até ele deve estar baseado no compromisso. A maioria dos casais tem uma compreensão do amor emocional e superficial. Ao fazemos os votos conjugais, assumimos o compromisso de amar, honrar, cuidar e defender o nosso cônjuge e ser-lhe fiel... Todo casamento está sujeito a enfrentar problemas, lutas e dificuldades. Mas quando o casal leva a sério o compromisso e o seu alvo é viver juntos até que a morte os separe, torna-se muito mais fácil superar as crises. Amor é algo sublime, mas só o compromisso produz segurança. O fundamento do matrimonio é o compromisso. Mas é o amor que lhe dá alegria, romantismo, sabor. Lembre-se de que amar é uma decisão que temos que tomar todos os dias. 

    Obs.: Ore pela felicidade de sua família. “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro”. (Sl 41.1)

    Que Deus abençoe sua família.
    Responder
  10. Moro junto há 9 anos e não temos filhos por decisão minha.Meu marido é uma excelente pessoa, mas não me vejo dividindo o que é meu e o que seria de nosso filho com a filha dele de outro casamento, mesmo ela não morando conosco.Hoje, ele fala em casamento e que quer muito ter um filho comigo, mas eu nem consigo cogitar essa ideia.Mas o problema maior não é esse pastor, ele me ama por demais, e eu gosto muito dele; não o amo, já até o disse.Não tenho interesse em outra pessoa.Nos damos bem, mas nossa vida sexual que fica prejudicada pois eu o evito.Não quero me separar. Gostaria de amá-lo o mesmo como ele me ama.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques9 de março de 2013 05:47
      Olá! Gosto de sua honestidade. Um bom relacionamento começa com transparência. Bem temos três assuntos: o primeiro é a questão de uma filha do primeiro casamento (dele), o segundo é a questão de não ter filho por agora, terceiro é sobre o seu sentimento em relação ao seu companheiro.
      1. Filho do primeiro casamento – Esse é um problema que afeta muitos casais que entra num segundo casamento (no caso ele). O que fazer? O que não fazer? – você não pode mudar o fato de que ele tem uma filha. Lembre-se de que a filha dele é uma vitima do fracasso do casamento dos pais. Com certeza ela sofre pela perda, e os pais não podem esquecer de que tenha uma filha. Então, o que você deve fazer? Facilitar essa relação de pai e filha e conviver com essa realidade. Se você pretende seguir nesta relação lembre-se de que terá por perto a filha do primeiro casamento (dele), mesmo ela não convivendo com vocês. Aceitar essa realidade irá fazer bem a sua relação com seu companheiro. O que você não pode fazer? Criar um conflito por causa da filha dele. 

      2. Ter filho – O casamento é a preparação para formação de uma família. Por isso o casal precisa se conhecer bem, desenvolver uma comunicação transparente, um relacionamento harmonioso para chegada do Bebê. 


      3. Amor – você disse que gosta dele, mas não o ama. Mas não quer ficar sem ele. Fico me perguntado o que te prende a esta relação? Ficar com uma pessoa que não amamos é ruim, não faz bem alma. Será que você tem medo de ficar sozinha? Ou medo de fazer o outro sofrer? 

      I. O que a Palavra de Deus tem a Dizer diante de tudo que foi dito:

      1. O hoje está difícil encontrar um bom homem para um relacionamento seguro, portanto, o amor nem sempre chega do jeito que nós queremos. Aprenda uma coisa: amar é uma escolha que fazemos. Se seu companheiro procura te fazer feliz por que não trabalhar esse amor. Tome essa decisão de amar seu companheiro. Começa observar o que te encanta nele, pois amor verdadeiro está ligado no que Paulo disse: “...O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúme...Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (1Co 13.4-7).

      2. Procure regularizar sua vida diante de Deus casando com seu companheiro a Bíblia diz: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula...” (Hb 13.4). Dê um voto de confiança ao seu companheiro e lute por ele; não é fácil encontrar pessoa que nos ame. Se você encontrou agradeça a Deus.


      3. O salmo 127 diz: “Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a edificam...Herança do Senhor são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão”. Então, deixa Deus ser Deus na vida de vocês. Quem tá com Deus tem vitória, tem benção. Filho é coisa muito seria de modo que, o casal precisa buscar intimidade com Deus e Conversar sério sobre tudo que pode afeta a relação de vocês e tentar ser mais honesto possível nesta relação “Feliz aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos” i(Sl 128.1).
  11. Meus queridos irmãos,gostaria de um conselho ou uma palavra amiga.
    minha historia é bem extensa mais vou tentar abreviar o Maximo possível.
    eu fui criada e crise na Igreja,Batizei nas águas,cantava em órgãos de louvores era uma jovem empenhada na Obra,devido a alguns problemas familiares com relação a Padrasto tive que sair de casa com meus 19 anos,ele queria mexer comigo e minha mãe por sofrer na época de problemas mentais eu não tinha coragem de contar tudo o que aconteceu mais hoje ela sabe.
    nesse meio tempo que sai de casa fui morar na casa de uma amiga do trabalho e eles não eram evangélicos na casa apenas eu.
    ainda fiquei freqüentando a igreja até que um dia eu conheci Lucinaldo meu esposo em um Bar que ficava no térreo da casa onde morada,ele bebe e fuma,dai me engracei por ele e começamos a namorar eu já tinha acabado de sair de um relacionamento que não teve sucesso por conta da distância que separava eu e essa pessoa que foi mora em São Paulo e trabalhar,mais resolvi da uma chance a outra pessoa depois de 3 anos de relacionamento com essa pessoa de São Paulo que não deu certo.
    Essa pessoa Casou teve filho e quando enxerguei isso resolvi fazer minha vida também.comecei a namorar esse rapaz q conheci no Bar e sem perceber fui me afastando de Deus..
    Me pedir com ele aos 20 anos e resolvi casar pois mesmo não amando ele com tanta intensidade eu fiquei com medo de ficar falada.
    daí depois que o conheci casei em 8 meses,rápido demais.
    depois de 1 ano tive uma filha que hoje tem 3 anos.
    só que comecei a perceber o quanto estava me afastando das coisas que Amo.
    Igreja até esfriou a minha Fé.e ele não me impedir de ir mais nunca vai junto ..sabe quando você precisa de alguém do seu lado pra lhe acompanhar..e eu sempre vou só com minha filha.
    esse meu esposo é uma pessoa difícil,ciumento até demais,ele me sufoca sabe e chega uma hora q vc não agüenta mais,me afastei um pouco dele comecei a não suportar mais os defeitos,e ele começou a ficar agressivo não tenho mais prazer com ele como esposa,na verdade eu ia empurrando com a barriga como diz o ditado,
    e o ano passado esse rapaz de São Paulo veio pra Recife pra casa da mãe dele.
    E isso mexeu de uma forma inexplicável comigo,com meus sentimentos.
    ele se separou da esposa enfim nós acabamos nos encontrando e conversando sobre nosso passado que ficou mal resolvido e eu queria ficar com ele.eu nunca me sentir tão feliz assim quando estávamos juntos, (na verdade o problema é que eu nunca o esqueci )
    Ontem 07/03 decidir dá uma outra chance a meu esposo e espero que ele consiga me reconquistar pois depois que ele estourou meu celular na parede meu sentimento se esfriou mais ainda de uma forma que nem sei explicar;
    fiz isso pensando na minha família e creio que todos merecemos uma nova chance.
    mesmo amando outra pessoa vou me entregar por inteiro e tentar de novo..
    Meus irmãos na verdade eu vou dar essa chance e vou se permitir também a aceita-lo
    mas eu não consigo esquecer esse rapaz do meu passado o que faço? Ele também gosta de mim é uma pessoa da Igreja,não fuma ,não bebe... tem muitas coisas incomuns comigo.
    só que ta parecendo cena de filme “ amor impossível “ o que faço?? Me ajudem....
    Estou dando essa chance ao meu esposo mais só Deus sabe do meu coração.
    Eu não sei se é Amor mais estou apaixonada pelo Rapaz de São Paulo pois ele foi meu primeiro namorado serio sabe.quando estava perto dele me sentia a melhor pessoa do mundo.é como se ele me completasse o pedaço que tem vazio no meu coração.
    Me ajudem....
    Responder
    Respostas
    1. Olá! Todos nós passamos por situações que aos olhos humanos é muito complicado de se resolver. Mas pra Deus nada é tão complicado assim. Li re-li orei para te dizer o que vou lhe dizer. amar é uma escolha que fazemos.

      Seu ex-namorado lhe trouxe boas lembranças no tempo em que vocês namoravam, mas quis Deus que cada um seguisse o seu caminho. Portanto o que não posso é criar expectativa em algo que vive no passado. Hoje você é casada tem uma filha. A historia é outra, o contexto de vida é outro. Antes você estava solteira livre desimpedida, não tinha nenhuma responsabilidade de mãe e esposa, enfim, é outro tempo. Não deixa os problemas do seu casamento leva-la por caminho sem volta. Muita gente irá sofrer. “não existe casamento tão ruim que não possa ser consertado, não existe casamento tão bom que não possa ser melhorado. Eu te a conselho procurar a sua igreja conversar com seu pastor e através dele fazer o curso casado para sempre que vai ajudar você ao seu marido. Já que você disse que vai dá uma chance ao seu casamento. Todo casamento precisa de manutenção. Não sei se seu marido sabe o que é isso? Mas manutenção é: aquilo que o casal fazia quando na morava, sair para jantar, tirar um tempo junto, ir hotel pra ficar juntinho, viajar ou seja, se permitir ser feliz. conflitos não são sinais de que você casou com a pessoa errada. 
      Que Deus ilumine você para lidar com essa situação tão difícil de sua vida. A Palavra de Deus diz em romanos 5.3-4 "...Nos gloriamos nas própria tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiencia, e a experiencia, esperança".
  12. Pastor, preciso de alguém para me orientar o que fazer pois infelizmente a maiorias dos líderes das igrejas não se importam como andam seus membros se precisam de ajuda enfim...tenho 25 anos estou casada ha 4 anos, já passei por várias adversidades em meu casamento, ja cheguei ao ponto de me separar, mas quando compreendemos que existe um projeto de Deus em nossas vidas não podemos desistir...e ultimamente meu casamento entrou em uma rotina terrível a qual não tem me feito bem, meu esposo so me procura para me acariciar quando é para nos fazermos amor, e isso me incomoda nap existe mais aquele carinho de quando eramos namorados, noivos, e tudo isso junta com os problemas seculares do dia a dia e nos fazem brigar por bobagens muitas vezes são mínimas coisas que fazem uma grande diferença tenho orado ao Senhor para que me de sabedoria para que eu edifique minha casa segundo a vontade Dele mas as vezes penso em desistir pq é muito dificil pq todas as vezes que tento falar algo sempre parece que eu estou errada por esta questionando, ele nao gosta quando começo a falar do que eu sinto falta ele acha que ele faz tudo isso e que eu que estou sendo exigente, essa semana nao conto quantas vezes eu chorei, nao quero dar brecha para satanas mas quero Deus presente em meu relacionamento apesar de meu esposo esta afastado dos caminhos do Senhor...por isso estou aqui pedindo uma palavra pois as vezes penso que Deus se calou e fico sem saber que decisão tomar, e assim aguardo uma palavra um conselho não sei tudo isso me deixa muito triste...
    Responder
    Respostas
    1. Um dos maiores desafio no casamento é manter o mesmo padrão do namoro. Na minha igreja eu chamo isso de manutenção do casamento. E quando não há isso o casamento caminha por um caminho de solidão, tristeza, frustração e desanimo. Vejo que você quer salvar seu casamento mais não basta só você. Por isso eu aconselho a você procurar uma igreja que ofereça um trabalho chamado “casado para sempre”, não estou falando de você sair de sua igreja, mas entrar em contato com alguma igreja que tenha esse tipo de trabalho para você levar seu marido. Lá o casal vai encontrar respostas para melhorar a relação.
      Agora deixa te dizer o que você pode fazer enquanto você procura uma igreja que tenha o “casado para sempre”:
      1. Não desista do seu casamento é isso que diabo quer a palavra de Deus diz: “mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor” (IPe 3.1).
      2. Confia no Senhor mesmo quando tudo não vai bem no seu casamento - No momento em que o nosso coração rejeita a desconfiança ou o desanimo. O Espírito Santo desperta em nós a fé e sopra em nossa alma o vigor divino. A principio não temos consciência disto, mas, se com o coração resoluto, e sem olhar para os lados continuarmos desprezando toda duvida e depressão que nos assalta, logo teremos consciência de que os poderes das trevas estão recuando.
      3. O casamento não é um confinamento. É lugar da sua felicidade, em que nós decidimos ser felizes. O casamento é imperfeição. Começamos quando desejamos ser um com outro, aí descobrimos nossas diferenças. “Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne” (Ef.5.31). A escritora Esther Perel no seu livro “Sexo no Cativeiro” disse: “Nossos medos são despertados com a perspectiva de todas as coisas que nunca teremos. Brigamos. Nos afastamos. Culpamos nossos parceiros por não nos completar”.
      Lute pelo seu marido uma hora ele vai acordar e vai perceber que precisa reconquistar você todos os dias. Ore pelo seu casamento por que Deus ouve a oração do seus filhos na fé.
      Que Deus te abençoe!
  13. Pastor, Sou evangelica sei que não é desculpa mais em 1 ano frequentei a igreja acho que 5 vezes pois moro em recife, e precariedade de igrejas sensatas qeu ajudem os membros é muito grande, uma sao rigidas de mais e cheias de intrigas, outras so pregam dinheiro e prosperidade e isso me desistulou muito, por isso apesar de nunca renunciar meus principios cristaos, minha comunhao com deus a cerca de 2 anos esta por um fio pois sou falho e nao consigo ser sabia e forte ajuda. Me casei em dezembro do ano passado com um jovem cuja familia é testemunha de jeova porem ele apesar de respeitar muito é afastado de la, depois que nos casamos ele mudou muito ficou grosso, mandao brigando sempre por coisas simples, e em 4 meses vivi uma verdadeira tormenta sendo raros os momentos bons, ja nos ultimos meses nao conseguia mais ceder por sentir raiva das coisas que ele fazia e nunca se desculpar e tambem nunca aceitar quando eu me desculpava, nao sou rancorosa, nao suporto passar 1 dia de cara feia pra ninguem, mas ele passava semanas sem falar comigo, demonstrando um comportamento totalmente infaltil. Nos endividamos muito e eu por magoa decidi nao ficar mais calada e sempre que ele gritava eu gritava tambem, pois cada dia ele estava pior e isso me magoava muito. ontem tivemos uma briga feia e decidimos nos separar, nossas familias se envolveram e brigaram foi muito feio, mas apesar de tudo nao consigo sentir raiva dele, mas sei que ele por ser muito cabeca dura e infantil vai querer o divorcio para se `vingar` por eu ter enfrado ele. Pastor nao consigo ve-lo como um monstro, o amo muito, moro sozinha, nao tem chance de voltar a morar com meus pais pois sao muito problematicos e cada um ja vive sua vida com seus novos conjuges (pois sao divorciados). Nao suporto olhar pra minha casa e saber que nao terei mais ele aqui, ano passado quando namoravamos nos separamos por 5 meses e eu fiquei arrazada sofri muito com uma depressao constante e ele tambem, ate uqe ele me pediu perdao e reatamos e casamos, e agora so de imaginar, sofrer tudo de novo (so que pior dessa vez) fico desesperada. amanha ele vira para acertarmos a divisao de bens e so de pensar nisso entro em panico. apesar de tantas brigas sei que ele me ama mas sofre uma seria influencia maligna que em certos momentos transforma ele a ponto de ficar irreconhecível, nao sei mais o que fazer estou orando, mas nao vou aguentar sofrer tudo de novo, saber qeu nao tem mais geito e que minha familia se destruiu me faz desejar a morte, nao por covardia, mas porque nao vou aguentar mais tanto tempo de sofrimento.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques19 de maio de 2013 07:37
      Olá! Annie, desculpe-me pela demora, mas li sua carta com muito carinho e prestei atenção em tudo que você disse. No entanto, vejo que você ama seu marido e tem medo de perdê-lo, mas também, não aquenta o silêncio dele na relação dos conflitos. A sua relação é uma relação normal à maioria dos homens entra na zona de ausência (local onde os homens ficam quando não sabem o que dizer). 

      Presta atenção neste conselho:

      1. O seu casamento precisa de um conselheiro bíblico (um pastor) que ajude a vocês a se conhecer como marido e mulher. Sozinho vocês não vão conseguir! Já que você está disposta a salvar seu casamento procure urgente uma igreja que ofereça o curso casado para sempre. 

      2. A sua luta não é contra sangue ou carne e sim contra os principados e potestades que tenta destruir sua união. Portanto a oração é a única arma para vencer ação do inimigo. Ore pelo seu marido caso ele não tenha força para clama junto de você. Ore a Deus nas madrugadas. Veja o que diz a Palavra de Deus aquele que clama: “De manhã, Senhor, ouve a minha voz...” (Sl 5.3). “Clamam os justo e o Senhor os escuta e os livra de todas as suas tribulações” (Sl 34.17). Se você confia em Deus veja o que ele diz mais: “Os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor” v15. Não perca a fé no seu casamento. Ainda que alguém diga ao contrario lute pela pessoa que você ama.

      3. Nenhum casamento está livre dos conflitos o seu casamento não será diferente; ninguém entra no casamento vazio te tudo cada um traz dentro de sua bagagem: cultura, historia, hábitos, ensinamentos, orientações, enfim são dois mundo para transformar em um. Então não pense que será fácil. Agora com Jesus as coisas ficam um pouco mais fáceis. Clame por Jesus para ser o Senhor do seu casamento. “Crê no Senhor Jesus e será salvo, tu e tua casa” (Atos 16.31). E se firme numa igreja que viva o verdadeiro evangelho, onde Cristo é o centro da mensagem.
  14. Olá pastor,
    Graça e paz
    Gostaria de pedir ao senhor qualquer espécie de ajuda ou conselho em meu ministério com jovens. Precisos desesperadamente de conselhos de pessoas experientes para me ajudar, já que estou iniciando o ministério. Trabalho em uma igreja pequena, com um grupo bem reduzido de jovens. O grupo além de ser pequeno é bastante problemático, já que a maior parte deles não teve ainda um real encontro com Cristo, apenas frequentam a igreja. Espero do senhor uma resposta que venha de alguma forma me direcionar e me ajudar. Desde já agradeço.
    No amor de Cristo,
    Camila
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques15 de junho de 2013 09:56
      Vamos falar de desafios
      O primeiro desafio é conhecer mais sobre liderança - O segredo de uma boa liderança é trabalhar bem e não arduamente. Então sugiro a você em primeiro lugar afiar bem o seu conhecimento, lendo livros, indo a conferências, escutando fitas e observando pessoas que trabalham bem. A habilidade faz o sucesso.
      Segundo desafio é discípula os seus jovens comece ensinando sobre Jesus. Prepare um estudo e ofereça aos jovens a oportunidade de conhecer verdadeiramente a Cristo. Paulo disse em Colossenses 1.28 “O qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo”. Não olha para os problemas e sim, para o Senhor dos exércitos, ele sim, vai te ajudar.
      Terceiro desafio talvez seja o mais complexo devido o tempo que você terá que gastar para organizar, planejar e para colocar em pratica. O líder sempre está um passo a frente dos seus liderados. Para isso, o líder tem que passar confiança, determinação e saber para onde está indo. Por que eles vão com você. Preste atenção no que vou lhe dizer: Um líder tem que ter estratégia, objetivo, meta e alvo. Portanto, ele deve fazer a seguinte pergunta: O que? Como? Quanto? Quem? Quando você resposte a essas perguntas você está dando o primeiro passo para chegar algum lugar com seus jovens. A bíblia fornece tudo que você precisa. De modo que os jovens passam a ter um propósito para trabalhar para se sentir vivo dentro da igreja. Os propósitos tem que ser bíblico. Exemplo de propósito: vou citar o propósito de nossa igreja “RESGATAR OS PERDIDOS E OS DESVIADOS”.
      Concluído, sobre tudo que foi dito você precisa primeiro se preparar em oração, pois a nossa luta não é contra sangue ou carne e sim contra os principados e potestades... (Ef 6.12). Depois procurar no grupo pessoas que possam te ajudar em oração e que te ajude, apoie no trabalho com os jovens. Enquanto você está buscando conhecimento, cursos nas igrejas e lendo livros. As pessoas que você separou pra te ajudar vão sendo discipulado por você. Não importa se um ou dois o mais importante é que eles acreditem em você. Lembre-se de que tudo isso é para médio e longo prazo. Não tem mágica, Paulo chama isso que você almeja fazer “dor de parto”. Mas vale apenas que Deus te abençoe neste desafio glorioso.
  15. Olá pastor.. parabéns pelo seu trabalho. 
    Vc faz o que muitos deveriam fazer.

    Pastor, o que a palavra de DEUS diz em relação ao divórcio quando a outra pessoa nao quer você de jeito algum???
    tenho tentado de tudo , de tudo mesmo...estava afastado da igreja , voltei ,tenho orado,lido a palavra de DEUS ,mas só tenho tido humilhação como homem...Ela esta decidida a mim deixar.
    Explico para ela que DEUS não quer o divórcio, que DEUS quer restaurar nosso casamento e outras coisas.Ela fala que não sente mais prazer sexual comigo, que já tentou uma vez , mas que dessa vez não quer mais.

    Pastor, eu amo muito,muito a minha esposa e tbm tenho medo de me separar, já que DEUS odeia o divórcio... 
    Me ajuda Pastor, por favor!!!
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques14 de junho de 2013 08:18
      A sua pergunta eu vou responder da seguinte forma: O divorcio é uma coisa horrenda aos olhos de Deus. Não há divorcio sem dor, sem trauma, sem feridas, sem vitimas. É impossível rasgar o que marido e mulher se tornaram (uma só carne) sem causar sofrimento. O principio de Deus não mudaram, nem jamais mudarão. Somente a infidelidade conjugal (Mt 19.9) e o completo abandono (1Corintos 7.15) podem legitimar o divorcio e cancelar o pacto conjugal. Portanto se sua esposa sair de casa por motivos banais isso é considerado abandono do lar. A pergunta é o que fazer? 



      1. Nada está perdido ela ainda não foi embora. Então chegou a hora de você colocar em prática o livro cinco linguagens do amor. Você precisa reconquistar sua mulher o sexo meu querido é só um detalhe, você tem que descobrir aonde você tem falhado com sua esposa. Eu costumo perguntar ao casais da minha igreja se eles tem feito a manutenção do casamento. ou seja, depois de casado quantas vezes você saiu com sua esposa? você já surpreendeu sua esposa com uma rosa? ou um cartão dizendo eu te amo? Quantas vezes você elogiou sua esposa? Quantas vezes ligou para sua esposa para lhe dizer como você é linda quero você essa noite? Quando o homem da casa não faz isso outros podem fazer. Muitos maridos perde suas esposa por não cuidar da manutenção. Tudo na vida precisa de manutenção: a casa, o carro, o computador, enfim até o casamento precisa de manutenção.

      2. O livro: "Cinco linguagens do amor". A ideia é se você identificar e aprender a falar a primeira linguagem do amor de seu cônjuge, creio que terá descoberto a chave para um amor conjugal duradouro. A primeira é palavra de afirmação - é o elogio e palavra de admiração exemplo: Você ficou muito linda neste vestido. segundo linguagem tempo de qualidade talvez sua esposa gosta de passar tempo com você no entanto você nunca se deu conta disso. tempo de qualidade é dar atenção, é olhar olho no olho e conversar no processo de dedicação mutua. passear juntos, fazer coisas juntos. terceira linguagem presente talvez o que sua esposa gosta é te receber presente. O presente é um simbolo visual do amor. Quarta linguagem Atos de serviço talvez o que ela realmente goste é que você faça atos de serviço como colocar o lixo pra fora, ajuda-la na tarefa domestica são tantas coisas nesta área. por último é toque físico. O toque físico é também um poderoso veículo de comunicação para transmitir o amor conjugal. Andar de mãos dadas, beijar, abraçar e manter relações sexuais são formas de comunicar o amor emocional para o cônjuge. 

      3. por último gostaria te lhe dizer que todo casamento tem crise e quando isso acontece o nosso refugio é Jesus. Ele é o nosso socorro bem presente. A paixão com o tempo vai embora, o amor ele pode esfriar e o que vai manter o casamento é compromisso que os dois fizeram no altar. Portanto, continue buscando o Senhor Jesus. Jesus disse "Todos o que se exalta será humilhado, mas o que se humilha será exaltado" (Lc 18.14). Continue humilhando aos pés do Senhor. O diabo quer destruir seu casamento mais Deus é maior. Ore, jejue e faça o que precisa ser feito reconquiste sua mulher; o problema não é o sexo em si mais como está sendo conduzido a relação de vocês. O sexo começa na cozinha e não no quarto. lembre-se disso. Que te abençoe
  16. Bom dia pastor
    Preciso de ajuda, não sei mais o que fazer...sou solteira e já tive alguns relacionamentos, a maioria me quebrei por inteiro, porém tive um noivo e estivemos de casamento marcado, por uma idiotice do passado, acabei terminando com ele para tentar resolver essa pendência, não o trai, mas não sabia o que fazer fiquei muito confusa. A conclusão é que não resolvi nada do meu passado e o perdi de vdd...sei que hj ele está casado e com uma filha, que sofreu muito com o termino do nosso relacionamento e tenho pensado demais nele, não quero voltar a ter essa vontade de vê-lo pois sei que é errado...mas não sei o que fazer.
    Durante um tempo em meus momentos de revolta eu fiz muita besteira,já não estava com ele, até com pessoas casadas eu sai, e sei que tudo que fazemos tem uma conseqüência...mas to angustiada demais, não consigo orar, apenas choro, nem ir a igreja tenho conseguido....me ajuda por fvr
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques3 de junho de 2013 07:40
      Olá! Me desculpe pela demora. Mas vamos lá. Bem! Já está na hora de você olhar para frente, veja bem você tentou resolver uma história no passado acabou tropeçando na vida e prejudicando o seu presente. Essa angustia que você tem no peito é por causa do desejo. do desejo ficar com alguém do passado que você mesmo resolveu abrir mão. Esse desejo pode prejudicar muito o seu futuro. portanto a primeira coisa a se fazer é tirar esse sentimento de culpa e se perdoar. olhar para dentro de você e enxerga em você mesma o valor que você tem para Jesus. Todos nós temos uma historia seja bonita, melancólica, vazia de sentido, triste, enfim, mas seu quero que ela tenha um final feliz eu preciso desgraçadamente de Jesus por que só ele pode fazer da minha historia um final feliz. Portanto vai ai alguns conselho para você:

      Primeiro - Lembre-se de que todos nós vivemos essa ansiedade (da vida) queremos que as coisas seja resolvida rápida somos impaciente quando as coisas da nossa vida foge de nosso controle, Jesus nunca perde o controle da nossa existência. Jesus disse: "Qual te vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?" (Mt 6.27). Ou seja, ele ta dizendo pra mim e pra você somente ele pode devolver a paz ao nosso coração.

      Segundo - O diabo aproveita da situação e tira te nós a vontade de buscar a Deus, de estar na casa de Deus. Davi no salmo 27.4 disse: "Uma coisa peço ao Senhor, e a buscarei; que eu possa morar a casa do Senhor todos os dia da minha vida...". 

      Terceiro - Nenhum crente vence batalha sem oração. Quado ao algo nos abate ficamos sem ânimo, sem graça, desafeiçoado, perdido no borrão da alma. Paulo disse em 2 corintios 4.8-10 "Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimado... levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifesta em nosso coração". Jesus disse: Vigiai e orai, para que ão entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" (Mt 26.41).
      Quarto e última - Diante de tudo isso, gostaria te lhe dizer que a vida é uma escolha. De vez enquanto nos encontramos numa encruzilhada e precisamos tomar decisão. Você é uma moça solteira tem uma vida inteira pela frente tome sua decisão e faça sua escolha. Que Deus te abençoe!
  17. Ola pastor eu fui casado a 9 anos me separei de minha esposa depois de me envolver com outra mulher, mas ja tentei duas vees voltar pra minha ex mulher mas a paixao pela outra nao sai de mim sinto q a amo de verdade e tenho um filho com minha ex mulher e nao sinto atracao nem atracao mais pela minha ex , etou muito angustiado e a culp me envolve demais me ajude pastor
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques14 de junho de 2013 08:09
      Ola! Espero poder te ajudar no seu questionamento. Quando alma se angustia o Senhor é o melhor socorro. Às vezes entramos numa situação e ficamos presa nela e não conseguimos achar a luz no final túnel. O pecado nos encurrala de tal forma que nos deixa sem reação, portanto o que vou lhe dizer neste aconselhamento é pra mostra que você precisa tomar uma decisão. 
      1. Você relata que ficou casado nove anos. Minha pergunta é: O que aconteceu no seu casamento? Quando você casou com sua ex-esposa havia alguma coisa nela que te tirava do chão? 
      2. Você diz que se apaixonou pela pessoa com quem você está vivendo agora. Mas por ela você tem atração sexual. E quando essa pessoa passar a ser sua esposa e começar a viver rotina de um casamento será que você continuara sentido a mesma atração?
      3. Esse questionamento é só pra dizer que quando estamos apaixonados fazemos loucura sem pensar na consequência disso. O que vou lhe dizer pode te chocar, mas ninguém casa por amor, se casa com desejo de ter o outro. o amor insurgi com o tempo ele emerge do coração por que o amor é um sentimento. Mas o amor ele nunca acaba, mas ele esfria, ai o que vai manter o casal unido nestes momentos de crise será os votos que eles fizeram no altar "Na dor, na tristeza, na pobreza, no sofrimento ou até que morte nos separe". ou seja, é o compromisso que assumimos diante de Deus que vai manter o casal unido. 
      4. Portanto neste momento de decisão a melhor coisa a se fazer é olhar para dentro de si com fez Davi no salmo 42 e fazer a seguinte pergunta: "Por que está abatida, ó minha alma? por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxilio e Deus meu" v5
      5. Gostaria te lhe falar sobre a comunicação no casamento isso tem haver com "discuti relação", é necessário que você e sua ex-esposa sente e converse olho no olho, e que você diga a ela o que ela precisa fazer como mulher para apimentar vida sexual do casal. (isso é claro se você tenha intenção de voltar). seja franco e verdadeiro (às vezes temos vergonha de dizer das coisas que gostamos no sexo com nossa própria esposa). Por isso a sinceridade.
      6. Lembre de que vocês tem um filho a Bíblia diz que: "Herança do Senhor são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão". (Sl 127.3).
      7. Mas como Pastor tenho que lhe dizer que a sua justificativa não serve de base para que você pudesse deixar o seu lar e desse vazão a sua paixão. Em efésio 5.25 diz: "Marido amai vossa mulher, como também Cristo amou sua igreja...". O homem tem dificuldade de amar, por isso, Deus lhe deu esse mandamento. AMAR. Amar é uma ação. Amar é uma decisão que precisamos tomar todos os dias. Eu todos dias decidir amar minha esposa. Não me importa se ela tem defeito, se ela não é a mais bonita do bairro, o que importa é que ela é minha esposa e devo amar e cuidar da minha carne. Somos uma só carne. Portanto, cabe você decidir. Que Deus te abençoe!
  18. Boa noite,volto a pedir um concelho na esperança de ser atendida.......
    tenho passado nos últimos 8 meses uma infelicidade no meu relacionamento terrível,
    meu marido,onde apenas moramos juntos,sem casamento civil ou religioso,estamos assim a uns 5 anos,e de namoro 4,total de 9 anos juntos,porém á partir deste momento que estamos na situação começou os conflitos,e de uns 7 meses para cá se agravou a situação,por eu ter descoberto de fato uma traição,que até hoje ele não adminte a mesma,sendo assim o que parece da parte dele é que ele nunca quis de fato assumir nossa relação,nas redes sociais,se diz sempre solteiro,e isso me incomodou sempre,e devido a isso,começou a provação
    Onde ele sempre vive de bate papo com mulheres,sai sozinho a noite de sexta ou sabado,me deixando em casa sempre,dizendo que precisa ficar sozinho,e numa dessas vezes descobri que sempre teve traições,porém ele nunca admitiu,e segue levando.
    Devido a esse desgaste emocional,perdi totalmente a confiança nele,e o mesmo não parece se importar com isso,leva a vida de solteiro sempre,ele nunca foi agressivo comigo,ou coisa assim,mas esse comportamento de parecer Não Tá nem ai para mim,me incomoda,e mais ele não me passa uma segurança emocional,diz assim: Cada um na sua...Sei que tenho que sair urgente e quero sair desta situação,mas não quero mais errar,por isso fica aqui uma parte de minha historia,e ficarei no aguardo de um conselho vindo da parte de um ungido do senhor!!!
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques15 de junho de 2013 09:54
      A minha pergunta para você é: Por que você continua nesta relação se ele mesmo já disse: “cada um na sua”. Diante do que você descreveu o cara só te humilha, não te respeita como mulher, não valoriza você como ser humano, te fere emocionalmente, te agredi na alma, machuca seus sentimentos, além disso, faz você sentir um trapo, um nada. O que vou te perguntar é: Você precisa dele pra ser alguém ou sentir feliz? Se a resposta for não, então, Já está na hora de você se olha no espelho e vê que você nasceu pra ser amada e feliz. Mas tudo depende de você. Mas se você quiser continuar sendo humilhada, pisada, por essa pessoa que já declarou na rede social, que é solteiro; a pergunta é: quem está encanando quem?
      Por que estou dizendo isso? É simples. O fato de vocês estarem mais de 9 anos juntos, aos olhos de Deus vocês estão em pecado, debaixo de maldição, Deus não abençoa um relacionamento em que o casal não busca viver os princípios morais da Palavra de Dele.
      Bem! Pra você não cometer o mesmo erro no relacionamento é preciso não deixar se levar pela paixão, pela emoção, conhecer bem a pessoa se é um rapaz atendo, prestativo a sua família, o mesmo cuidado que ele tiver com seus familiares terá depois com você.
      Duas orientações pra você:
      1. Se você ainda está vivendo uma paixão e acredita na recuperação do seu parceiro, e pretende lutar por ele. Então a diga é: Discutir a relação, mudar de postura em relação a sua intimidade sexual, ou seja, colocar a mão aqui só casando; a Bíblia nos fala em Hebreus 13.4 “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros”. Tem que ser radical com o pecado! No salmo 127.1 “Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a edificam”. Deixa Deus ser o Senhor de sua vida, só ai você deixará de ter uma casa e terá um lar.
      2. Caso você não desejar ficar subjugada a um relacionamento que não vai de levar a lugar nenhum sugiro que você tome uma decisão pensando no seu bem-estar e felicidade. Que Deus te abençoe!
    2. Amém,esterei sim tomando a melhor decisão,e seguirei,debaixo da graça e promessa de Deus na minha vida.
      A paz do senhor!!
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blog.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques21 de junho de 2013 17:02
      Olá!
      Paz do Senhor Jesus
      Espero poder ajuda-la neste momento tão difícil da sua relação, mas eu creio que Deus pode agir a seu favor. Entretanto, Deus age no tempo certo, no momento certo, Deus nunca está atrasado para realizar um milagre na vida de alguém. Contudo quando nós entramos numa relação sem buscar a orientação de Deus, sem oração, sem uma conversa séria com nosso parceiro sobre espiritualidade acabamos mais tarde sofrendo.
      Muitos casais não dão muita importância a vida religiosa quando estão namorando acha que isso não vem ao caso no momento. Eles assumem de forma ingênua, que essa área vai funcionar por conta própria depois do casamento. Na realidade quando o casal começa o namoro à única coisa que passa pela cabeça deles é a relação de amor e carinho, a vida espiritual é deixada de lado. Quando não damos importância para tal fato antes do casamento, provavelmente não iremos fazê-lo na vida conjugal.
      Quando deixamos de lado a vida espiritual na relação, o que resta é viver de joelho. O apostolo Paulo em 1 Coríntios 7.13-14 disse: “E a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o marido. Porque o marido incrédulo é santificado no convívio da esposa, e a esposa incrédula é santificada no convívio do marido crente...”. Essa é uma situação. Quero tratar de situações que você está vivendo.
      A outra situação é seu casamento: Esse documento que você tem não é a certidão de casamento, esse documento só valida a sua união estável; continue orando para que o coração do seu companheiro seja tocado por Deus para casar com você “Digo de honra entre todos seja o matrimônio, bem como leito sem mácula...” (Hb 13.4).
      A outra situação é internet e a ex.: Não adianta bater de frente com seu companheiro, o seu comportamento é reprovável; SIM, mas sua luta não é com ele, e sim contra os principados e potestades, e esse espirito de impureza que age na vida dele. Portanto sua luta é espiritual.
      A outra situação é transparência. Ele não é tão transparente na relação. A transparência é uma necessidade psicológica básica do ser humano. Esconder o que você está sentindo faz mal. Esconder pecado também faz mal.
      “marido e mulher devem ser absolutamente transparentes. E todas as dificuldades surgidas dessa transparência devem ser imediatamente resolvidas, com o respeito, a compreensão e o perdão. A roupa suja deve ser lavada imediatamente, para que nada tenham de que se envergonhar”.
      O conselho que lhe dou diante de tudo isso é buscar ajuda de fora sozinha você não vai aguentar. A carga é pesada demais pra uma pessoa só. O seu marido não entende as coisas de Deus. Portanto, o que ele está fazendo é próprio da sua natureza pecaminosa. A bíblia diz que “O homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entende-las, porque elas se discernem espiritualmente.” (1Co 2.14).
      Procure conversar abertamente com seu pastor para que ele ore com você e por você. Você não muda o comportamento do seu marido. Quem pode fazer isso é Jesus, para que isso aconteça você precisa descansar no Senhor.
      Deixa Deus ser Deus na sua casa e na sua vida. Chega de sofrimento na alma. Jesus disse: “... e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11.29). O Salmo 23.3-4 “Refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo”. Viva o evangelho de Jesus, não olha a circunstância, olhe para o Redentor. Jó diante de seu sofrimento não desistiu ele disse: “Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra”. AMÉM.
    2. Boa Noite pastor.
      O que fazer para liberar o perdão? Não consigo perdoar meu marido que me traiu. Ele me contou que teve uma relação amorosa durante 4 anos. Só agora veio me contar depois de três anos do caso ter terminado.Arrependido e me pediu perdão. Pensei ter perdoado mas não consigo esquecer ,pois acho que ainda não perdoei.Gostaria muito de esquecer e perdoar, pois eu amo meu marido. 
      Fique na paz.
    3. Pastor Nilton Marques25 de junho de 2013 13:58
      Paz do Senhor

      O que seu marido fez foi ruim. Mas somente um homem honesto poderia confessar uma verdade como essa. De modo que, você tem um grande homem ao teu lado. Esquecer leva tempo. Veja o que a palavra de Deus nos fala sobre o perdão:Jesus disse a Pedro: “...Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes?... não te digo que até sete vezes, mas ate setenta vezes sete”.v.21. . Para o cristão, perdoar não é uma opção, é uma obrigação. “Se teu irmão pecar (contra ti), vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão” (Mt 18.15). O significado de perdoar é: LEMBRAR SEM SENTIR DOR. Você nunca vai se esquecer do que aconteceu, mas também não vai sentir amargurada, e nem frustrada, por que Jesus já acalmou sua alma com seu convite poderoso “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu aliviarei...Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim... e achareis descanso para a vossa alma...” (Mt 11.28). O perdão não é algo fácil de liberar. Precisa ter coração nobre, para tamanha nobreza. Portanto, quem tem Jesus tem poder para enfrentar suas próprias fraquezas. Olha pra Jesus, aprenda com Jesus, ele vai te cobrir com a graça do perdão para que você libere o perdão ao seu marido.
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blog.
    Responder
  21. A paz Pastor, tenho 23 anos e estou desviada desde os 18 anos, desde então tive relacionamentos conturbados .. aos 20 anos conheci o pai do meu filho, fomos morar juntos e ele ja vinha de dois casamentos mau sucedidos e em cada um deixou um filho. Me apaixonei perdidamente por ele e resolvemos morar juntos com apenas 4 meses de namoro. Passamos por brigas e crises e nossa primeira separação em dezembro de 2011, mas ficamos apenas 1 semana separados. Passados 4 meses, descobri que estava grávida do meu filhote lindo, passamos um dia dos namorados muito romântico, ai no dia 16 de junho de 2012 ele disse que queria se separar porque não gostava mais de mim, naquele momento meu mundo desabou, estava ali grávida e abandonada.. num ato desesperado pedi que ele permanecesse em casa até nosso filho nascer, pois bem, a muito contra gosto ele ficou.. e nesse meio tempo ele se envolveu com uma mulher, que é a atual namorada dele .. e desde então venho sofrendo muito.. passei minha gravidez em constante sofrimento e até hoje meses depois ainda me sinto mau pois o amo. Ele mesmo estando com esta mulher , sempre me procura, e eu por ser apaixonada por ele acabo cedendo .. mas no momento em que decidi que não quero mais isso pra mim, resolvi me dar uma chance.. Sofri uma lesão no joelho, e o enfermeiro que se encarregou de imobilizar meu joelho, sem ao menos me conhecer descreveu tudo que eu estava passando, e me disse que Deus me havia mandado uma mensagem .. que não era pra eu procurar ninguem que meu marido voltaria, e que não estavamos juntos pois uma mulher que ele namorou nunca o perdoou e por isso fez um trabalho para nos separar.. mas que Deus ja estava jogando por terra... Pastor, não sei o que fazer, soube agora que ele e essa mulher vão morar juntos nesse mês e não sei o que pensar, eu sei que se Deus prometeu vai cumprir.. mas estou desnorteada , sofrendo demais, me dê uma ajuda, um auxilio.. Agradeço pela ajuda.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton marques22 de junho de 2013 13:07
      Olá!
      Paz do Senhor
      Que tribulação minha irmã. Você está numa encruzilhada depois desta revelação extra bíblica. Em quem acreditar? Naquilo que teus olhos estão vendo ou na profecias (ou revelação). A palavra de Deus nos fala em Tessalonicenses 5.20-21 “Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom” (1Tess 5.20-21).
      Gostaria de falar de situações:
      1. Primeira situação é que você abandonou os caminhos do Senhor. Então, seu primeiro passo é voltar para os caminhos do Senhor. Por que? Não sei se você consegue visualizar a sua vida depois que saiu dos caminhos de Jesus. O diabo está gostando muito de suas escolhas. Você escolheu o caminho inverso para adquirir uma família. (criar filhos hoje na presença de Deus já é um desafio imagina longe dele). Parece-me que você colocou os valores de Deus em segundo plano.
      2. Segunda situação é que morar junto não é está casada; o mundo está um caos por causa destas coisas. Isso é uma falácia do diabo para segurar as pessoas no pecado, no erro. Portanto, se o seu companheiro quiser você de volta só casando. Põe isso no coração!
      3. Terceira situação é que você precisa se valorizar como mulher, como ser humana, por causa desta paixão você se colocou em situações humilhantes só pra ter a pessoa perto de você. Veja o que você disse: “Me apaixonei perdidamente por ele...” “sempre me procura, e eu por ser apaixonada por ele acabo cedendo...”. Você perdeu seu amor próprio, sua identidade e passou a viver em função de um amor mal correspondido. Passe a gostar de VOCÊ.
      4. Terceira e última situação é a possibilidade que surgiu através de um enfermeiro que trouxe uma profecia de que seu marido que não é seu marido vai voltar. Contudo, você tem que esperar. Tudo isso é muito confuso. Mas cabe a você tomar uma decisão. A única coisa que eu posso lhe dizer é: Se você não orar por essa pessoa com quem você quer ter uma família e pedir a Deus para transformá-lo num servo de Deus. Você vai sofrer, sofrer... até deixar Deus ser o Senhor de sua vida e de sua família.
      Por tudo isso, o Conselho que lhe dou diante destas situações é: Construa um relacionamento com Deus através de Jesus. E comece a pensar em seus filhos leva-los para igreja. Para que eles aprendam a valorizar a vida sem precisar de nada para ser feliz a não ser Palavra Deus. O resto deixa Deus agi. “Agindo eu, quem o impedirá?” (Isaias 43.13).
      “Portanto, não vos inquieteis, dizendo: que comeremos? O que beberemos? Ou: com que nos vestiremos? Por que os gentios é que procuram todas estas coisas, pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas, buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.32-33).

      “em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome. Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa” (João 16.23-24). Aprenda confiar neste Deus a qual você abandonou. VOCÊ!?! PORQUE ELE JAMAIS DE ABANDONARÁ SEJA QUE TEMPO FOR ELE ESTARÁ SEMPRE COM VOCÊ. Então peça.
  22. Boa tarde pastor!
    Assim como a corsa anseia por água eu anseio por uma palavra um conselho de um servo do Senhor Jesus.
    Tenho 22 anos de casada e estou com uma raiz de amargura muito profunda fui traída durante 3 ano meu marido é evangélico um homem de Deus ,um excelente pai,mas pecou dizendo que foi só carência de sexo.Reconheço que quando nos brigávamos ele me procurava eu me recusava. As nossas brigas eram por causa da nossa casa ele é um homem acomodada não gostava de consertar nada e não se interessava em fazer o orçamento das as despesas sais gastando ficava sem credito e eu assumia tudo com o meu salário e isso me deixava com muita raiva e levava essa raiva para o nosso quarto .Sei que errei muito e peço perdão a Deus todos os dias.Ele me pediu perdão,se humilhou diante de Deus hoje é uma bênção nosso relacionamento .Só que não consigo esquecer.
    Infelizmente as consequências do pecado ainda estão presente na minha família.,meus filhos não querem mais ir a igreja.Acho que a culpa é minha por mais que e oro não consigo esquecer,peço a Deus um coração perdoador mais está muito difícil.
    Hoje nós brigamos,pois ele não aceita que eu fique triste quando eu lembro do fato,e com meu filhos fora da igreja diz que já tem um ano que eu fiquei sabendo e não paro de lembrar e sofrer tenho que dar graças pelos filhos que tenho e não me preocupar tanto(disse aos gritos).Sei que ele está certo mas queria mas compreensão da parte dele.
    Me aconselhe ore por mim,pois o meu desejo é ser feliz com minha família.

    Um abraço. 
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques25 de junho de 2013 14:05
      Olá!

      Paz do Senhor

      Parabéns! 22 anos de casada. Veja o que Jesus disse para Pedro: “...Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes?... não te digo que até sete vezes, mas ate setenta vezes sete”.v.21

      Deixa lhe dizer uma coisa seu marido a traiu por que ele não foi honesto o bastante para enfrentar a situação de frente. De modo que, nada justifica sua traição. Contudo, ele se arrependeu lhe pediu perdão.

      Quando o casamento fracassa. Cada um dos cônjuges tenta jogar a culpa sobre o outro. Alguns chegam assumir a culpa sozinho. Mas a verdade é que ambos são responsáveis pelo fracasso. É necessário que eles reconheçam isso e peçam perdão um ao outro. Para o cristão, perdoar não é uma opção, é uma obrigação. “Se teu irmão pecar (contra ti), vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão” (Mt 18.15). O significado de perdoa é: LEMBRAR SEM SENTIR DOR. Você nunca vai se esquecer do que aconteceu, mas também não vai sentir amargurada, e nem frustrada, por que Jesus já acalmou sua alma com seu convite poderoso “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu aliviarei...Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim... e achareis descanso para a vossa alma...” (Mt 11.28)

      Davi afundou espiritualmente em suas crises conjugais e existenciais. Adulterou, mentiu, tramou o mal, matou. Apesar de tudo isso, Deus o perdoou. Na oração de Davi ele disse: “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia a dia sobre mim; e o meu vigor se tornou em sequidão de estio. Confessei o meu pecado e a minha iniqüidade não mais ocultei... e tu perdoaste a iniqüidade do meu pecado” (Salmo 32.3-5). Jesus ouviu de sua noiva (Igreja) gritos ensurdecedor dizendo crucifica-o; salvou os outros a si mesmo não pode salvar-se (Mt.27.42). Ele simplesmente olhou para sua noiva com olhar de perdão. Portanto, quem tem Jesus tem poder para enfrentar suas próprias fraquezas. Olha pra Jesus, aprenda com Jesus, ele vai te cobrir com a graça do perdão para que você libere o perdão ao seu marido.

      “não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossa forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (1Co 10.13).
  23. Boa Noite, Venho Pedir um Conselho!
    Hoje eu tenho 20 anos e estou com meu noivo há 6 anos. Quando tínhamos 04 anos de namoro ele me traiu, mas ele mesmo me contou no dia seguinte. Eu não aceitei e quis terminar com ele, mas ele não quis, se mostrou arrependido e se humilhou muito a mim, disse que me amava e estava arrependido. Eu fiquei muito trise com ele e sem saber o que fazer, então pedi muito a Deus ajuda para saber o que fazer, e na mesma noite eu sonhei com minha mãe me dizendo que deveria perdoá-lo. Eu achei que fosse uma resposta de Deus e voltei com ele. Noivamos algum tempo depois e agora ele quer casar. Já temos casa e ele já vai começar a comprar os moveis.
    Eu estou cursando a Universidade e só falta um ano para concluir. Eu ainda tenho medo de me casar agora, especialmente por que eu faço planos de continuar estudando, se possível em outra cidade, e também pelo medo do que já aconteceu no passado, além de ele fazer algumas coisas que eu não aceito como fumar.
    Já conversei com ele e pedi paciência para ao menos eu concluir essa etapa dos estudos, mas ele não aceita e que se não fosse para casar logo ele acharia melhor terminar, diz que eu coloco a faculdade sempre em primeiro lugar e que me amo mais do que amo ele.
    Peço um conselho, pois as vezes eu decido que irei casar, mas outras eu não quero. Tenho medo de me casar agora e ter uma vida infeliz ( pois meu plano de Vida é terminar a faculdade e ir para outra cidade, e ele quer casar ter logo uma família - porque temos planos diferentes). Ou conseguir alcançar tudo, mas achar que deveria ter me casado e ter uma pessoa com quem dividir minha felicidade. Eu sempre me lembro do que aconteceu e receio de isso estar influenciando na minha decisão, além de ele estar me pressionando muito.
    Desde já agradeço e que Deus te abençoe.
    Responder
  24. Caros, eu realmente preciso de ajuda. Tenho sofrido muito e calada. Desde o início do namoro com meu marido, descobri que ele tinha problemas sérios com pornografia. Quase terminei nosso relacionamento várias vezes, mas por ele apresentar um coração arrependido e por ser um homem de Deus, eu o perdoei e me casei com ele em 2011. Logo no início do casamento, descobri-o acessando sites de bate papo e vendo pornografia, quase morri de dor, quase terminei, mas ao ir na igreja a palavra foi sobre perdão e o perdoei, mesmo morrendo um pouquinho. Sei que foi por um propósito maravilhoso, pois engravidei e tivemos um lindo bebê, minha alegria. Ocorre que, recentemente, em uma viagem, ele novamente entrou em contato com a pornografia e me confessou. Fiquei sem reação, pensando em nosso filho não briguei, mas morri um pouco mais, e me senti um lixo. Não tenho problemas de auto estima, sou uma pessoa de boa aparência, gosto de me cuidar, mas isso está me matando. Depois que tivemos nosso filho, então, nossa vida sexual praticamente morreu, e da parte dele. Sofro muito por saber que ele não me quer, embora me trate com carinho. Não há beijos, não há mais paixão. Ele não me deseja. Tenho apenas 24 anos, uma vida inteira pela frente. É muito triste pensar que vai ser assim, ou só vai piorar. Não sei o que fazer. O pior é que tenho tido constantes sonhos com o rapaz por quem fui muito apaixonada durante minha adolescência. Eu não penso nele quando estou acordada, amo muito meu marido, mas isso está me afetando, porque fico pensando como eu poderia ser mais completa com alguém que me valorizasse como mulher. Não quero que isso evolua, preciso de uma direção. Desde já, muito obrigada. Ana.
    Responder
  25. BOA NOITE,

    NEM SEI COMO COMEÇAR, MAS PRECISO MUITO DE UM CONSELHO.

    VIVO UMA UNIÃO ESTÁVEL A 2 ANOS,SOU AFASTADA DOS CAMINHOS DE DEUS E E MEU ESPOSO TAMBÉM, 
    QUERO RETORNAR, POIS TENHO MUITA SEDE DE DEUS, MAS ME SINTO CULPADA, POR NÃO SER CASADA NO PAPEL, ANTES DE MORARMOS JUNTOS IRIAMOS NOS CASAR, MAS NO DIA DE IR AO CARTÓRIO, TUDO DEU ERRADO E TIVEMOS QUE CANCELAR O CASAMENTO. AGORA ME SINO SUJA QUANDO TEMOS RELAÇÃO SEXUAL, POIS SEI QUE ESTOU EM FORNICAÇÃO.
    NÃO SEI O QUE FAZER, ELE DESISTIU DE CASAR NO CARTÓRIO, QUER SÓ MORAR JUNTO,ELE É CONHECEDOR DA PALAVRA, MAS ESTÁ TOTALMENTE AUSENTE DA PALAVRA DE DEUS, DISSE QUE EU QUERO ME CASAR POR CAUSA DOS MEUS PARENTES RELIGIOSOS, ELE É UMA OTIMA PESSOA, PRESENTE EM TUDO, MAS NÃO QUER SE CASAR, JÁ PENSEI EM ME SEPARAR, MAS NOS DAMOS MUITO BEM. ASSIM PENSO SE FICO OU SE ME SEPARO PARA SEGUIR OS CAMINHOS DE DEUS. COMO CRESCEREI ESPIRITUALMENTE SEM ESTAR CASADA, COMO VOU PARTICIPAR DE CULTOS,FALAR COM DEUS SUJA COMO ESTOU?

    ME AJUDE, ME ACONSELHE PARA QUE EU TOME UM RUMO CERTO NA MINHA VIDA.
    NÃO FAÇO PARTE DE MINISTÉRIO ALGUM, POIS SINTO QUE NÃO SOU DIGNA PARA ISSO, ME AJUDE.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques12 de julho de 2013 13:40
      Olá
      Paz do Senhor
      Que bom que você tem consciência do pecado, isso mostra que você conhece um pouco da palavra de Deus. Lutar contra o desejo da carne é impossível para mortas como nós. Essa afetividade que já existe entre você e seu parceiro torna cada vez mais difícil tomar decisão. A verdade é que nós temos medo de viver pela fé. Seguir Jesus é não ter medo de tomar decisão certa. Você sabe o que tem de fazer contudo, não é fácil abandonar deixar de desejar o que dá prazer a carne. Jesus disse: “quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim” (Mt 10.37-38). Benjamim Franklin disse o seguinte sobre escolha: “A cada minuto, a cada hora, a cada dia paramos em encruzilhadas e temos de fazer uma escolha. Escolhemos as ideias que nos permitimos ter, as paixões que nos permitimos sentir e as atitudes que nos permitimos tomar...”. Portanto, As escolhas que fazemos formam o leme que controlará a jornada de nosso casamento. A escolha certa nos leva para uma viagem tranquila na direção certa. A escolha errada pode nos levar em direção às pedras. É por isso que a escolha errada é uma das principais causas de problemas no casamento. Lembre-se de que conflitos não são sinais de que você se casou com a pessoa errada. Lembre-se de que o seu inimigo é o diabo ele quer sua derrota, torce para que você jamais venha buscar Jesus.
      Diante de tudo que eu disse para você, a decisão é sua. Uma coisa eu sei todos que decidiu por Jesus venceram. O cristão é guiado pela fé “Visto que andamos por fé e não pelo que vemos”. (2Co 5.7). Casamento que começa sem a benção de Cristo tem todos os indícios de terminar mal. Leia Mt 7.24-27
      O conselho que lhe dou é:
      1. Comece a frequentar uma igreja e mostre para seu companheiro a necessidade de congregar e de ser aprovado por Deus.
      2. Você não precisa largar seu companheiro para frequentar uma igreja. Vai você e ore para que ele mude de ideia passe a pensar em Deus.
      3. Se você gosta mesmo de você toma uma decisão já. Chega junto do seu companheiro diga pra ele: SEXO SÓ CASANDO! Antes de casar você pode ter essa atitude. Se ele te amar de verdade ele vai casar com você.
  26. Boa noite Pastor!

    Sou Evangélica e casada a 3 anos, estou passando por uma crise no meu casamento. O meu marido não me procura mais, e quando me procura não consegue ter relação comigo, por varias vezes tentei conversar e ele diz que ira procurar um medico por que não consegue mais. E essa situação me magoa muito, tenho orado, mas não sei o que fazer para melhorar a situação, me sinto muito mau, preciso de ajuda.
    Responder
  27. Graça e paz Pastor;
    Preciso de ajuda e aconselhamento... estou casada há 20 anos, tenho 2 filhos adolescentes, um marido maravilhoso, pai excelente, e muito trabalhador e sei tambem q me ama incondicionalmente... enfim...por ser um homem muito envolvido c o trb, as vezes sobrava pouco tempo comigo, e qdo digo isso, estou falando de sexo, sem contar o problema q ele tem de ejaculação precoce severa...e isso me deixava infeliz, msm sem saber q o problema era ejaculaçao precoce, pois até então nunca tinha tido outro homem, mas eu sabia q algo errado havia, pois ouvia falar em orgamos e sabia q eu não os tinha... com meu marido saindo pra trb muito cedo e chegando quase de madrugada, nossos momento intimos foram se tormando raros e so falavamos de trb...certo dia, um jovem da minha igreja, me add no msn e começaou a conversar comigo a principio normalmente, perguntando se eu sabia de um emprego pra ele etc, mas depois começo a tecer elogios, e pra mim foi uma massagem no meu ego, ainda mais vindo de um rapaz 11 anos mais jovem q eu... e a coisa foi tomando uma proporçao, até nos envolvermos.. ficamos envolvidos por mais ou menos 6 meses, ai começaram a surgir desconfianças por parte de alguns amigos da igreja e decidimos nos afastar... comecei a sofrer ameaças, mas sempre neguei, até pq ninguem tinha provas, eram so desconfianças... nos afastamos e ele arrumou uma namorada... as vezes caimos em tentaçao e nos encontravamos exporadicamente... passados 4 anos de namoro dele e mais de ano sem nos encontrar, ele se casou... mas c 2 meses de casado ele me procurou, dizendo q ele naum conseguia me esquecer e tal.. começamos novamente a nos relacionar... esqueci de mencionar q durante este tempo chorei muito diante do senhor e por diversas vezes pedi perdão... falei ao meu esposo das minhas insatisfaçoes e procuramos ajuda inclusive medica, mas sem sucesso... mas nunca contei da minha traição.. e ele se esforçava em me fazer feliz...enfim...começamos a nos relacionar novamente... e agora, recentemente comecei a sofrer ameaças de um adolescente q frequentou a igreja e q acho eu q ele ouviu a historia das pessoas q no passado levantaram suspeitas... e diz q pode destruir minha familia, meu casamento, minha vida... não sei como lidar c esta situaçao. Amo meu marido, ja confessei o meu pecado a Deus e sinceramente houve arrependimento em meu coraçao, naum quero envergonhar meu esposo, meus filhos, minha familia, meus amigos e minha igreja, não quero fazer eles sofrerem. Meu marido é uma pessoa muito nervosa e tem dificuldades pra liberar perdão, por deiversas vezes ja´o vi mencinar q este seria um pecado q ele não perdoaria... não quero destruir minha familia, pelo contrario quero alicercá-la no Senhor, me comprometer a instruir meus filhos o caminho certo a trilhar, ser uma esposa fiel e submissa e serva temente a Deus... fiz este compromisso c Deus e minha oração é por isto... em ter uma familia q verdadeiramente serve a Deus... mas preciso de ajuda pra lidar c isto tudo, principamente com as ameaças...por favor pastor espero seu aconcelhamento e peço q ore por mim... nunca expus meu problema a ninguem... conto c o irmão em oração..."Muito pode a oração de um justo"... Agradeço em Cristo Jesus... Amém!
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques13 de agosto de 2013 10:01
      Olá! Paz do Senhor.
      A primeira coisa que vou lhe dizer é: Deus é contigo minha irmã. Podemos cair sim; mas Deus sempre nos levanta. O diabo ele é acusador. Jesus é o nosso consolador. Descansa sua alma no Senhor. “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei...e achareis descanso para a vossa alma” (Mt 11.28-29). Gostaria indicar um livro para melhorar a relação sexual de vocês como casal. O nome do livro é “Entre Lençóis” Dr. Keven Laman. Editora Mundo Cristão. Isso vai mudar a vida sexual de vocês. É importante que os dois leiam o livro. Tudo que vocês precisam saber está a li. Principalmente sobre ejaculação precoce.
      A respeito do seu pecado da infidelidade. Saiba que: a infidelidade é um dos maiores golpes que pode sofrer um casamento, pois desencadeia uma série de consequências más, sendo que uma das maiores é justamente o sentimento de culpa que envolve o transgressor. O autoperdão começa com o perdão divino. Quando você compreender que, pela confissão feita a Deus o sangue de Jesus Cristo o purifica de toda injustiça poderá perdoar a si mesmo. Perdoa é lembrar sem sentir dor (1João 1.9). E se você já se confessou e já se perdoou a ponto de não mais desejar o que não pode ser desejado. Tá tudo bem! Você só deve contar para o seu marido caso você não consiga se livrar da culpa e nem do sentimento que ficou nesta relação ilícita. Mas se houve arrependimento sincero e se você preenche esses requisitos que segue:
      1. Arrependimento genuíno e confissão do pecado a Deus
      2. Cessação do relacionamento ilícito, evitando-se qualquer tipo de conduta para com outra parte.
      3. Buscar cada vez mais no Senhor viver como uma esposa fiel e respeitosa, buscando dentro da Palavra de Deus ter uma vida de oração, frequência na igreja e ter uma conversa franca com seu pastor.
      Sobre o jovem que lhe ameaça você só pode orar por ele pedindo a Deus que saia do coração dele esse sentimento. Para que você possa continuar sua vida junto da sua família a qual você ama e quer viver bem.
  28. Preciso de uma Opinião pastor, 
    Me casei com 25 anos e ela com 18 , fomos muito felizes por 2 anos e meio, onde a trai a primeira vez, e terminamos , alguns meses depois voltamos e ela engravidou , quando ela tinha 3 meses de gravides ela descobriu um orkut meu e e me mandou embora de casa pois neste site eu estava falando com outras garotas, fui embora e comecei a sair muito , ia muito em balada , bebia muito , e me relacionava com varias mulheres, com o tempo acabamos ficando de novo , ela teve nosso filho eu ia ver ele e acabava ficando com ela, com isso acabamos nos apegando denovo e voltamos a namorar, onde por varias vezes eu a deixava sozinha para sair de balada, ela por sua vez ficava procurando outros homens na internet, e facebook, até que ela começou a cantar sertanejo e no incio deste ano eu estava disposto a mudar ,fiz uma viagem com ela de lua de mel e estamos bem , mas em um dia acabei nao indo para casa dela pois estava bebendo com os amigos, e ela nao me quis mais, dois meses dois fui a procurar e ela disse que já gostava de outro e nao me queria mais e queria focar 100% em sua carreira, nao entendi, e um dia antes do meu aniversario fui a uma balada onde fui assaltado na entrada tentaram levar meu carro , eu reagi e nao me mataram e nem levaram o carro, entrei na balada mesmo assim e bebi muito , acabei indo a casa dela de madrugada invadi e tentei pegar ela a força , quase a vionlentei , ela chamou a mae dela e o empresario, por sua vez ela fez um Boletim de ocorrencia de aproximaçao e eu nao posso chegar perto dela, meu mundo caiu nesse momento descobri que eu amava ela muito , Deus me chamou aos caminos dele , enteo me apaguei e estou firme na palavra, mas tentei de todas as formas o perdão dela, e ela me desprezava por completo nao fala mais comigo e nao respondia nada, descobri entao que ela já estava com o guitarrista da banda dela , inclusive ja dormindo juntos, eu fiz de tudo pastor tudo mesmo , dei presentes, dei tudo , mas ela nao quis ao menos conversar comigo , sempre me aconselham em viver minha vida de deixar pra lá mas a dor é muito grande, eu a amo , pedi para Deus ela de volta, mas tentei com minhas forças e nada deu certo , agora deixei nas maos dele nao vou procura la mais e nem contato vou fazer, pois ela estava falando que eu estava a enchendo o saco com tanta msg , tentei me matar perdi 6 kgs e estou em depressão ,o que me ajuda e ir a igreja o que eu faço? me ajude?
    Responder
    Respostas
    1. Boa noite pastor... gostaria de agradecer pelo aconselhamento, foi edificante e me trouxe alivio... Gostaria de compartilhar com o senhor que continuo perseverante no propósito de santificação, tenho biscado a Deus e mesmo sabendo que Ele me perdoou, ainda continuo a pedir perdão todos os dias... A dor acho q o tempo e Deus tomam conta... e peço ao senhor que continue orando por mim e por minha familia, necessito muito, pois sei que ainda estou sob os olhares acusadores e sob as linguas maledicentes, e isso me magoa muito...pois vem de pessoas que eu amava muito... Que Deus continue a abençoa-lo e que o senhor continue sendo este pastor bem presente na vida de suas ovelhas...
  29. EU ESTIVE LENDO UNS ARTIGOS SEUS NA NET E GOSTARIA DE UMA AJUDA , EU TENHO 02 ANOS DE CASADO E HA 01 MES EU TIVE UM DESLIZE E TRAI MINHA ESPOSA , ESTOU MUITO ARREPENDIDO ,JA CONFESSEI A DEUS , E JA ASSUMI UM COMPROMISSO DE NAO FAZER MAIS , JA JOGUEI FORA OS VELHOS IDOLOS ,OU SEJA , AQUILO QUE ME FEZ CAIR , TENHO LUTADO EM ORAÇÃO PARA VENCER ESTA SITUAÇÃO , EU FUI ACONSELHADO POR UM AMIGO MEU PASTOR A NAO CONTAR PRA ELA , VISTO QUE FOI UMA UNICA VEZ , A MINHA DUVIDA É ? DEVO CONTAR A ELA ? NO CASO DE NAO CONTAR , ISTO INTERFERE NAQUELA PASSAGEM QUE DIZ QUE TENHO DE DEIXAR MINHA OFERTA NO ALTAR E RECONCILIAR COM ELA ? SE EU CHEGAR A ELA E PEDIR PERDÃO ,NÃO EXPLICANDO O MOTIVO , DIZER QUE TENHO FALHADO COM ELA ,MAS QUE QUERO RECOMEÇAR , ESTE TIPO DE CONCERTO É VALIDO DIANTE DE DEUS ?
    Responder
  30. Prezado pastor fui casada por 11 anos, e por não vigiar e ter sabedoria, pois tenho forte personalidade e nós dois discutiamos muito, mesmo sendo evangélicos, dai nos separamos e ainda estando casada me correspondia com um estrangeiro e após 4 meses começamos um relacionamento pela internet, e sete meses depois me casei novamente, e hoje vejo que besteira eu fiz, foi muita precipitação e até materialmente mantenho essa pessoa, e estamos nos desentendendo e o meu melhor amigo e que me dar apoio e ainda me ajuda é meu ex marido que ainda gosto muito dele, o que fazer, estou desesperada e em conflito, e me reconciliei com cristo.
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques21 de agosto de 2013 10:17
      Ola! Paz do Senhor

      Veja bem minha irmã, hoje os homens não tem o menor tato para lidar com a diferença no casamento. Tudo que uma esposa quer é: ser amada, desejada, compreendida, elogiada e acima de tudo observada pelo marido com muito carinho. Mas infelizmente não é assim. O que vemos é discursão, incompreensão, desrespeito, imaturidade para resolver problema e por fim, uma comunicação truncada. A mulher por sua vez enxerga tudo isso, o homem muitas das vezes fecha os olhos fingindo que nada está acontecendo e quando a esposa quer resolver, ou seja, discutir a relação eles não querem. Ai como diz Apostolo Pedro em sua carta a parte mais “frágil é a mulher” sofre na alma, por não ser compreendida, por não ser amada... Por causa disso, acaba tomando decisão que por fim pode ser não muito favorável a ela. Por quê? Porque ela quer se sentir segura numa relação, ela quer se sentir valorizada numa relação então, atitude é encontrar ao quem que me valorize, que lhe abrace com carinho e diga palavra que lhe faça sentir esposa muito amada no Senhor ( Homem não faz nem o seu papel de sacerdote do lar de orar com sua esposa de caminhar com ela para igreja. Essa iniciativa tem que ser do homem). O que fazer? No livro de Josué no capitulo 9.1-14. Nos diz que um povo (gibeonitas) fugindo da ira de Deus omitiu não falou a verdade com Josué, e pediu para ser servo do povo de Israel e Josué sem conhecer direito aquele povo fez uma aliança (um casamento) com eles. O versículo 14 diz assim “...Não pediram conselho ao Senhor...Josué concedeu-lhes paz e fez com eles a aliança de lhes conservar a vida...”. Josué pagou um preço alto por não ter pedido conselho ao Senhor. Muitas das vezes somos como Josué tomamos decisões sem consultar o Senhor, sem conversar com pessoas experientes no assunto. Então vai aqui o meu conselho:

      1. Quando o casamento fracassa. Cada um dos cônjuges tenta jogar a culpa sobre o outro. Mas a verdade é que ambos são responsáveis pelo fracasso. É necessário que eles reconheçam isso e peçam perdão um ao outro. Para o cristão, perdoar não é uma opção, é uma obrigação. “Se teu irmão pecar (contra ti), vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão” (Mt 18.15). Seja transparente com seu atual marido fale o que está acontecendo e busque resolver.

      2. Quando entramos na intimidade do outro os cônjuges expõem seu lado tanto positivo quanto negativo. Só passam a se conhecer realmente quando os defeitos, fraquezas, erros e imperfeições começam a aparecer. Isso aconteceu no seu primeiro casamento, e naturalmente está acontecendo no segundo. Só que no primeiro você já estava familiarizado com ele. Com esse não. Não existem homens perfeitos, nem casamento perfeito. Somos imperfeitos, de modo que precisamos da graça de Deus para sobreviver na relação. Temos que ser transparente com nossos cônjuges.

      Obs.: Casamento não traz a felicidade por que a nossa felicidade não está no outro e sim em nós mesmos. Às vezes casamos buscando a felicidade no outro acabamo-nos tornando infeliz, pois esperamos muito do outro. O dia que o casal começar expor os seus sentimentos tudo vai mudar. Um casal da minha igreja eles aprenderam a expor seus sentimentos pela carta. Escreva pra ele mostra seu sentido e o que precisa melhorar. O importe é que vocês conversem sobre a relação. Não deixe de procurar ajuda de uma pessoa experiente para lhe prestar ajudar. Seu Pastor.
  31. PASTOR 

    PAZ DO SENHOR , ESTAVA VENDO SEU BLOG SUAS OPINIOES SOBRE ADULTERIO, ETC...
    VENHO LHE PEDIR ORIENTAÇÃO , O MEU PECADO É DUPLAMENTE QUALIFICADO , EU VIM DO HOMOSSEXUALISMO , CASEI FAZ DOIS ANOS E AMO MINHA ESPOSA , VIVEMOS BEM ,APESAR DE ALGUMAS DIVERGENCIAS , COISAS DE CASAL. NUNCA ME PASSOU PELA CABEÇA VOLTAR AO PASSADO ,POIS MINHA ESPOSA ME FAZ FELIZ , SOMOS OBREIROS DA CASA DO SENHOR , UM CASAL DESTAQUE NA SOCIEDADE E NA IGREJA , HA APROXIMADAMENTE 02 MESES EU NAO VIGIEI ESTAVA NO MSN , POIS O USO A TRABALHO E ACABEI ME ENVOLVENDO COM UM CARA E CAI... FOI UMA UNICA VEZ ... CONFESSEI AO SENHOR E ASSUMI UM COMPROMISSO DE NAO FAZER MAIS , TROQUEI DE FUNÇÃO NA EMPRESA PARA EVITAR ACESSO AO BATE PAPO , BLOQUEEI MEU PC DO TRABALHO E PESSOAL PARA O BATE PAPO , ... EU NAO QUERO VOLTAR AO PASSADO E TENHO SANTIFICADO MINHA VIDA NESTA AREA , TENHO FEITO PROPOSITOS , CAMPANHAS DE ORAÇÃO OU SEJA , DECIDI TRATAR DO HOMOSSEXUALISMO QUE FOI A CAUSA MAS E QUANTO AO ADULTERIO , O SENHOR ACHA QUE DEVO CONFESSAR A ELA , COMO CONFESSO A ELA ? E SE ELA QUISER SABER NOME ,SOBRENOME... COISAS DE MULHER PENSO QUE SE HOJE EU CONFESSO A ELA ,E A MESMA RESOLVA ME DEIXAR EU ESTARIA DE REPENTE MAIS VULNERAVEL AO PECADO ,NAO ? O QUE ME ORIENTA ? ESTOU ME ORIENTANDO COM O SENHOR ,POIS NAO ME SINTO A VONTADE DE CONFESSAR ESTE PECADO AO MEU PASTOR PELA GRAVIDADE DO CASO ,É COMO SE NAQUELE MOMENTO EU FOSSE UMA OUTRA PESSOA , MAS QUERO E PRECISO SAIR DESTA SITUAÇÃO , PRECISO ME COLOCAR A DISPOSIÇAO DE DEUS E SUA OBRA ,NAO POSSO PARAR , MESMO NAO SABENDO A REPERCUSSAO DESTA SITUAÇÃO .
    Responder
    Respostas
    1. Pastor Nilton Marques26 de agosto de 2013 16:45
      Olá!

      Paz do Senhor

      Não deixe o diabo de tirar sua paz, todos nós cometemos pecados e para Deus não existe pecadinho e pecadão pecado é pecado. Mas como você deixou claro o seu arrependimento e tá buscando mudança, não vejo necessidade de criar um transtorno desnecessário no seu casamento. Não deixa o diabo tentar contra você de deixando deprimido por algo que você já se arrependeu; você foi lavado pela água mais limpa, cristalina que desce da fonte do trono de Deus para te purificar e limpar, não permita que diabo ponha jugo pesado sobre você. Deus apagou sua transgressão e nem se lembra do seu pecado “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões, por amor de mim e dos teus pecados não me lembro” (Is. 43.25). Quando confessamos o nosso pecado a Deus ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados. (1Jo 1.9). Se você já falou com perdoador (Jesus), e confessou a ele. Acabou! Se sinta perdoado. Lembre-se do que Jesus disse para aquela mulher que foi peca em adultério “Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? Respondeu ela: ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais” (Jo 8.10-11). Repito para você as mesmas palavras que Jesus disse para aquela mulher: Vai e não peques mais.
  32. Pastor, sou evangélico, tenho 28 anos. Estou em um momento bastante complicado na minha vida. É que estou namorando uma garota evangélica (29 anos) e descobri que ela não é mais virgem. É que ela namorou por seis anos e até chegou a noivar com um cara, para o qual ela se entregou, mas não se casaram, pois segundo ela, ele a teria traído. 
    Talvez seja uma bobagem minha, mas desde o momento em que ela me falou isso fiquei muito chateado e triste e não consigo tirar isso da minha cabeça, não consigo parar de pensar a respeito.
    O problema é que sempre quis casar-me com uma garota virgem, mas por outro lado eu gosto dela, e por conta disso não sei o que fazer, não sei como superar este problema, ou mesmo, não sei se seria melhor eu terminar o namoro. 
    Ajude-me, por favor! O que devo fazer devo aceitar o que já ocorreu, ou devo terminar o namoro e continuar esperando uma outra pessoa em Deus? 
    Responder
  33. Pastor Nilton Marques26 de agosto de 2013 16:43
    Olá!

    Paz do Senhor

    A primeira pergunta que você deve fazer é: Amo está pessoa que está comigo? Por que se você ama o seu amor por ela irá superar a sua frustração. Agora se você não a ama o suficiente para aceitar o seu deslize do passado é melhor você não continue neste relacionamento. Sei que você está cheio de duvidas sobre o seu sentimento, mas uma coisa é certa quando agente ama tudo fica mais fácil. Portanto o meu conselho para você é:

    1. Conversar abertamente com sua namorada falar tudo que você está sentindo expor para ela como está sua mente ( E se você ama diga para ela). Assim como ela foi verdadeira com você seja também com ela. Não esconda dela a sua chateação.

    2. Você me pergunta se deve aceitar o que ocorreu... Tá ai uma pergunta que eu não posso de responder. Cabe a você! Tomar essa decisão Paulo na carta a Filipenses 2.5 disse: “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus”.

    3. Por fim, a oração é muito importante neste momento. Não tome nenhuma decisão sem antes orar ao Senhor. Se essa moça entrou na sua vida algum propósito tem. O que Deus quer de ensinar com isso? Apesar dela não ser mais virgem mais possuindo qualidades de uma mulher de Deus talvez não seja isso que importa? Tem que ser virgem? “Clamam o justo, e o Senhor o escuta e os livra de todas as suas tribulações” (Sl 34.17). Conheço varias pessoas que pensava com você que largaram o preconceito de lado e hoje são muito felizes com suas esposas. Que Deus te abençoe!
    Responder
  34. Realmente eu fico muito grato pela sua atenção. É muito bom ter conselhos em momentos de dificuldades, pois em certas circunstâncias não se sabe qual é a melhor decisão a se tomar, e uma boa instrução de uma pessoa conhecedora da Palavra e comprometida com Deus sempre nos ajuda e clareia as idéias. Abçs, paz do Senhor.http://aconselhamento-pastoral.blogspot.com.br/2011/07/casamento.html