Arquivo do blog

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Estudo Biblico Discipulado

Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Fotos
 
    Árvore do Conhecimento:  A BÍBLIA                  
 
 
Bíblia
 contém
66  livros escritos
 ao longo de 16 séculos,
 por cerca de 40 diferentes
 autores, nas mais diferentes
 condições e épocas. Ela é formada de
 dois testamentos: Antigo e Novo. O Antigo
 Testamento contém 39 livros assim classificados:
 Lei, História, Poesia e Profecia.  O Novo Testamento
 contém 27 livros. Classificados  em Biografia, História,
Doutrina e Profecia. A Bíblia toda  contém 1.189  capítulos,
929 no Antigo Testamento e 260 no Novo.  A divisão da Bíblia em
capítulos foi feita em 1250 d.C., por Hugo de Sanoto-Caro,abade
dominicano e estudioso das escrituras. Estes capítulos estão divididos em
31.173 versículos, sendo que 23.214 estão no Antigo Testamento  e 7.959 no novo.
A divisão do Antigo Testamento em versículos  foi feita em 1.445 Pelo rabi Mardoqueu
 Natã, e a do  Novo Testamento em 1551 por Robert Stevens, um impressor de Paris. Os
66 livros da Bíblia não se acham agrupados pela ordem cronológica, e sim de acordo com o
assunto a que pertencem.Segundo a tradição, Jó é o livro mais antigo da Bíblia, tendo a sua autoria
atribuída a Moisés.O maior capítulo da Bíblia é o Salmo 119, e o menor, o Salmo 117.O maior  versículo:
Ester 8:9;  o menor: Êxodo 20:13 (isto nas edições em português, exceto na chamada “Tradução Brasileira”).
Os livros de Ester e Cantares
não  contêm a palavra “Deus”.
Há na Bíblia 8 mil vezes a
Palavra  “Senhor”. O capítulo
19  de  2 Reis é idêntico ao 37
de Isaías. O primeiro livro a
ser impresso o mundo foi
a Bíblia, isto ocorreu em
1452,Em Mainz, Alemanha,
por Guttemberg. As Bíblias de
Edição católica-romana têm
73 livros,7 a mais que a Bíblia
usada pelos evangélicos.
Estes livros são chamados
“Apócrifos”, que significa:
“Espúrios”. São eles: Tobias,
Sabedoria de Salomão,
Eclesiástico, Baruque, 1
Macabeus, e 2 Macabeus e
Judite. Sua  aprovação pela
igreja Romana de deu no
Concílio de Trento em 1546.
 
 

 
A MULTIFORME SABEDORIA DE DEUS.
A Bíblia contém 66 livros escritos ao longo de 16 séculos, por cerca de 40 diferentes autores, nas mais diferentes condições e épocas. Ela é formada de dois testamentos: Antigo e Novo. O Antigo Testamento contém 39 livros assim classificados: Lei, História, Poesia e Profecia. O Novo Testamento contém 27 livros. Classificados em Biografia, História, Doutrina e Profecia. A Bíblia toda contém 1.189 capítulos, 929 no Antigo Testamento e 260 no Novo. A divisão da Bíblia em capítulos foi feita em 1250 d.c., por Hugo de Sanoto-Caro, abade dominicano e estudioso das escrituras. Estes capítulos estão divididos em 31.173 versículos, sendo que 23.214 estão no Antigo Testamento e 7.959 no novo. A divisão do Antigo Testamento em versículos  foi feita em 1.445  Pelo rabi Mardoqueu Natã, e a do  Novo Testamento em 1551 por Robert Stevens, um impressor de Paris. Os 66 livros da Bíblia não se acham agrupados pela ordem cronológica, e sim de acordo com o assunto a que pertencem. Segundo a  tradição, Jó é o livro mais antigo da Bíblia, tendo a sua autoria atribuída a Moisés. O maior capítulo da Bíblia é o Salmo 119, e o menor, o Salmo 117. O maior  versículo: Ester 8:9;  o menor: Êxodo 20:13 (isto nas edições em   português, exceto na chamada “Tradução Brasileira”). Os livros de Ester e Cantares não contêm a palavra “Deus”. Há na Bíblia 8 mil vezes a Palavra “Senhor”. O capítulo  19  de  2 Reis é  idêntico ao 37 de  Isaías. O primeiro livro a ser impresso o mundo foi a Bíblia, isto ocorreu em 1452, Em  Mainz, Alemanha, por Guttemberg. As Bíblias de Edição católica-romana têm 73 livros,7 a mais que a Bíblia  usada pelos evangélicos. Estes livros são chamados “Apócrifos”, que significa: “Espúrios”. São eles: Tobias,Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, 1 Macabeus, e 2 Macabeus e Judite. Sua aprovação pela igreja Romana de deu no Concílio de Trento em 1546.  
                                                 
 
DIA DA BÍBLIA
COMO RECONHECER JESUS ATRAVÉS DA BÍBLIA,
ELE É O TEMA CENTRAL DA BÍBLIA
 
O Nome Sobre todos os Nomes *Name above all Names* Deus nos prometeu que Ele não nos deixará, nem nos abandonará ! Em Cristo, Deus revelou sua fidelidade a nós desde o principio dos tempos:
Em Gênesis, Jesus é o Cordeiro no altar de Abraão; em Êxodo, Ele é o Cordeiro da Páscoa; em Levítico, Ele é o sumo-sacerdote; em Números, Ele e a nuvem durante o dia e a coluna de fogo durante a noite; em Deuteronômio, Ele é a cidade de nosso refúgio; em Josué, Ele é o tecido vermelho na janela de Raabe; em Juízes, Ele é o nosso juiz; em Rute, Ele é o nosso parente redentor; em I e II Samuel, Ele é o nosso profeta confiável; nos livros de Reis e Crônicas, Ele é o nosso soberano; em Esdras, Ele é o nosso escriba fiel; em Neemias, Ele é o reconstrutor de tudo que está destruído; em Ester, Ele é o Mordecai assentado fielmente no portão; em Jó Ele é o nosso redentor que vive para sempre; em Salmos, Ele é o meu pastor e nada me faltará; em Provérbios e Eclesiastes, Ele é a nossa sabedoria; em Cantares, Ele é o belo noivo; em Isaías, Ele é o servo sofredor; em Jeremias e Lamentações, Jesus é o profeta que chora; em Ezequiel, Ele é o maravilhoso homem de quatro faces; em Daniel, Ele é o quarto homem na fornalha; em Oséias, Ele é o amor sempre fiel; em Joel, Ele nos batiza com o Espírito Santo; em Amós, Ele leva nossos fardos; em Obadias, nosso Salvador; em Jonas, Ele é o grande missionário que leva ao mundo a palavra de Deus; em Miquéias, Ele é o mensageiro dos pés formosos; em Naum, Ele é o vingador; em Habacuque, Ele é a sentinela orando pelo reavivamento; em Sofonias, Ele é o Senhor poderoso para salvar; em Ageu, Ele é o restaurador de nossa esperança perdida; em Zacarias, é a nossa fonte; em Malaquias, Ele é o Sol da justiça com a cura em suas asas;
 
Em Mateus, Ele é o Cristo, o Filho do Deus vivo; em Marcos, Ele é o operador de milagres; em Lucas, Ele é o filho do homem; em João, Ele é a porta pela qual todos devem entrar; em Atos, Ele é a luz brilhante que aparece a Saulo no caminho de Damasco; em Romanos, Ele é o nosso justificador; em I Coríntios, nossa ressurreição; em II Coríntios, leva os nossos pecados; em Gálatas, Ele nos redime da lei; em Efésios, Ele é a nossa riqueza insondável; em Filipenses, Ele super todas as nossas necessidades; em Colossenses, Ele é plenitude do Deus encarnado; em I e II Tessalonicenses, Ele é o nosso Rei que virá; em I e II Timóteo, Ele é o mediador entre Deus e o homem; em Tito, Ele é a nossa bendita esperança; em Filemom, Ele é o amigo mais chegado que um irmão; em Hebreus, Ele é o sangue do pacto eterno; em Tiago, Ele é o Senhor que cura o doente; em I e II Pedro, Ele é o pastor principal; nos livro de João, é Jesus que tem a ternura do amor; em Judas, Ele é o Senhor que vem com milhares de seus santos; E em Apocalipse, a Igreja é conclamada a levantar os olhos, pois é chegada a sua redenção. Jesus é o Rei dos reis e Senhor dos senhores!
 
Gutemberg
                                                    
Interessante (Bíblia na Versão em Espanhol)
O rei de Espanha, temendo que o príncipe de Granada, como herdeiro legítimo do trono, tentasse-lhe tomar a coroa, resolveu prendê-lo em calabouço de Madri.
Passados vinte anos, o príncipe faleceu. Examinada a prisão, foi deparada na parede uma escrita, feita com a ponta de um prego, onde se lia:
"A palavra Senhor é encontrada na Bíblia 1.853 vezes; Jeová, 6.855; o segundo verso do Salmo 117, marca a metade da Bíblia; o verso maior dela é Éster 8:9; o menor é João 11:35; no Salmo 107, há quatro versos iguais: 8, 15, 21, 31.
Todos os versos do Salmo 136 terminam da mesma maneira; na Bíblia não se encontra nenhuma palavra ou nome que tenha mais de seis sílabas; o capítulo 37 de Isaías e o 19 de II Reis são iguais; a palavra menina só aparece uma vez em Joel 3:3. 
No Antigo e Novo Testamentos, há 3.586.483 letras, 773.693 palavras, 31.373 versos, 1.179 capítulos e 66 livros. Estes estão divididos assim: 39 no Velho e 27 no Novo. Todos esses livros foram escritos por 36 autores em 16 séculos.
Foram usados três idiomas: hebraico, aramaico e grego.
 
Curiosidades, pesos e medidas, estrutura, etc...vide http://boletimonline.vilabol.uol.com.br/por_dentro_da_biblia.htm 
Ev.Luiz Henrique de Almeida Silva
 
O NOVO TESTAMENTO PROVADO CIENTIFICAMENTE
No grande jornal "SUN" de Nova York, apareceu uma carta de um leitor com conteúdo especial.
Nesta, um céptico, chamando-se Mr. W.R. LAUGHLIN desafiava um crente da Bíblia que trouxesse uma vez fatos ao público, que provassem que a Bíblia seria de fato a Palavra de Deus.
Então o Dr. Panin publicou o artigo seguinte, que apareceu no mesmo jornal "SUN" como resposta à carta do leitor contestante:
Prezado Senhor Redator.
Na edição do seu jornal de hoje, desafia o senhor W.R. LAUGHLIN a um defensor da fé cristã, para subir ao palco e lhe trazer "fatos".Aqui estão alguns:
Os primeiros 17 versículos do Novo Testamento contém a genealogia de Jesus Cristo.
Esta genealogia separa-se em duas partes: Os versículos de 1-11 contém as gerações de Abraão, pai do povo judaico, até o exílio babilônico, quando os judeus pararam, deixando de ser uma nação autônoma.
Nos versículos 12 a 17 temos a genealogia do exílio até Cristo.
Nos primeiros 11 versículos que são usados ao todo 49 palavras diferentes, que são sete vezes sete (7X7).
Destas, 42 (6X7) são substantivos e as outras sete não são substantivos.
Dos 42 substantivos, 35 (5X7) são nomes próprios, e os sete restantes são substantivos comuns.
Destes 35 nomes próprios, 28 (4X7) são antecedentes masculinos de Jesus, e os sete restantes não.
No alfabeto grego estas 49 palavras se agrupam conforme suas primeiras letras da seguinte maneira:
 
De Alpha até Epsilon tem 21 (3X7)
De Beta até Kappa tem 14 (2X7)
De Mi até Chi tem 14 (2X7)
 
Estas 49 palavras deu todo 266 letras, ou seja (38X7). Estas se agrupam de novo no alfabeto em grupos de sete, que dizem as palavras que iniciam com:
 
Alpha até Gamma tem 84 (12X7) letras.
Delta tem 7 (1X7) letras.
Epsilon até Zeta tem de 21 (3x7) letras.
Tsêta até Jota tem 70 (10X7) letras.
Kappa até Mi tem 21 (3X7) letras.
Mmi tem 7 (1X7) letras.
Omikron até Phi tem 49 (7X7) letras.
Chi tem 7 (1X7) letras.
 
Disto resulta que toda esta genealogia foi construída no plano artístico de grupos de sete.
Voltemos para a genealogia ao todo.
Eu não quero cansar os leitores com todas curiosidades numéricas que estão aqui, isto iria ocupar várias páginas de seu jornal.
Somente uma coisa característica quero ainda destacar:
Os gregos não tinham números, mas usavam para isto suas letras. Assim Alpha era igual a 1, Beta igual a 2, desta maneira toda palavra grega tem um certo valor numérico, que resulta da adição do valor de cada letra.
Agora a genealogia completa, contém 72 palavras.
Se somarmos todos os valores destas 72 palavras temos a soma de 42.364 (6.952X7).
Estes (6.952X7) não são jogados de qualquer maneira no alfabeto, mas de novo em grupos de sete palavras, que começam com o Alpha e Beta com valor total de 9.821 (1.405X7).
Assim sendo, não são somente os onze primeiros versículos desta genealogia, mas tudo é construído sob o plano minucioso de 7.
Outro traço: As 72 palavras aparecem em 90 formas diferentes.
Se as tomarmos esses valores teremos um total de 54.075 (7.725X7), e está novamente distribuída em grupos de 70 diversas letras do alfabeto, precisamente em grupos de sete.
O Sr. Laughlin deve se sentar uma vez e tentar fazer um tratado, com mais ou menos 300 palavras, tão compreensível como essa genealogia e nisto incluir algumas características numéricas aqui descritas.
De boa vontade vamos lhe dar um mês de tempo para a experiência.
Mateus provavelmente não demorou uma semana para escrever a genealogia. Isso significa: Um anel dentro do outro.
No parágrafo seguinte do primeiro capítulo, nos versículos 18 a 25, é relatado o nascimento de Jesus, contém 161 palavras (23X7).
São usados 77 diferentes palavras (11X7) que aparecem em 105 formas diferentes (15X7).
O anjo que falou com José, utiliza 28 das 77 palavras (4X7) e deixa 49 (7X7) sem usar.
Das 105 formas o anjo só usa 35 (5X7), e 70 (10X7) ele não usa.
No alfabeto estas 77 palavras novamente se encontra em grupos de 7, como também nas suas 105 formas, como também na frequência do aparecimento das 161 palavras ao todo.
A soma dos valores numéricos das 77 palavras dá 52.605 (7.515X7), a soma das formas dá 65.429 (9.347X7), com agrupamentos de sete correspondentes de maneiras diferentes.
Outro fato é que a mensagem do anjo forma o seu próprio sistema de 7, fazendo disso um anel dentro do outro, uma roda dentro da roda.
Se o Sr. Laughlin puder escrever uma história semelhante com 160 palavras e com sistema semelhante de grupo de sete no valor numérico das letras e palavras, então ele se distingue.
De boa vontade vamos dar-lhe 2 meses de tempo para que ele experimente.
Mateus provavelmente não gastou mais do que duas semanas para isso.
Harmonia completa.
O segundo capítulo do evangelho de Mateus relata a meninice de Jesus.
São usadas 161 palavras (23X7), que são usadas em 238 formas diferentes (34X7).
Elas contêm 896 letras (128X7), com um valor numérico de 123.529 (17.647X7) enquanto os 238 formas tem um valor de 166.985 (23.855X7). Se tratássemos disto em particular iríamos cansar-lhe.
Neste capítulo temos quatro parágrafos lógicos, dos quais cada um novamente apresenta as mesmas características numéricas como o capítulo todo.
Assim temos nos primeiros 6 versículos o número de 56 palavras (8X7).
Nelas são apresentados vários discursos, o de Herodes, o dos magos e o do Anjo Gabriel.
As características numéricas destes discursos são tão manifestas, que embora, de certo modo, cada uma em si é perfeita e mesmo assim fica em harmonia com o todo.
Se o Sr. Laughlin poder escrever um capítulo dessa maneira que em mais ou menos 500 palavras apresente um tão grande número de cálculo tecidos um ao outro e assim mesmo sendo análogos, digamos então num prazo de cinco anos, esperaremos. Suponhamos que Mateus não gastou, mais do que um ano.
Um milagre Literário
Entre todas as centenas de parágrafos no evangelho de Mateus, não encontramos nenhum que não os caracterize por esta descrição numérica.
Só que em cada novo parágrafo aumenta a dificuldade de combinação e construção, e isto não em progresso aritmético, mas potencial.
Porque Mateus entende, escrevendo seus parágrafos de uma maneira que ele continuamente constrói novas combinações de numéricas, tanto naquilo que já foi escrito como daquilo com que segue.
Assim, por exemplo, ele consegue usar no seu último capítulo, precisamente sete novas palavras, que ele não usou antes em todo o seu evangelho.
Ele também usa exatamente 140 palavras, isto é (20X7), que não existem em todo o Novo Testamento.
Sendo assim, fica muito fácil para calcular, e que o Sr. Laughlin precisaria ao menos alguns 100 anos, para poder escrever um livro semelhante a Mateus.
Quanto tempo Matheus trabalhou no seu, não sabemos mas ele conseguiu terminar entre o ano 30, depois de Cristo ter sido crucificado - porque ele não poderia começar antes nem depois do anos 70 em que foi destruída Jerusalém, visto que faz referência a esta destruição e isto nos leva a crer que era um homem sensato.
Ora, o fato é certo que ele fez referências a esta destruição, e isto simplesmente também significa um milagre.
Sendo assim ele se apresenta para nós como um Gênio Lliterário-Matemático, que antes nunca houve, nem igual ou parecido, o que é totalmente inexplicável.
Este é o primeiro dos fatos que queremos dar ao Sr. Laughlin para que reflita e pense alguns minutos a respeito.
Um outro fato ainda mais curioso e importante do que já foi dito vamos mensionar, é este que Mateus usa 140 palavras (20X7) que não se acham em todo o resto do Novo Testamento.
A pergunta se impõe, como poderia este homem saber que Marcos, Lucas, João, Tiago, Pedro, Judas e Paulo não usariam estas palavras?
Se não levarmos em consideração as seguintes hipóteses é totalmente impossível ter sido escrito como o foi:
Ou Mateus tinha combinado isto antes com todos eles; ou, ele tinha todo o resto do Novo Testamento na sua frente antes de começar a escrever; ou então, do Novo Testamento todo, deve ter sido o evangelho de Mateus o livro que foi escrito por último.
Entretanto, nenhuma hipótese satisfaz.
Como pode isto ser humanamente possível?
Vejamos outrossim, acontece no evangelho de Marcos é também um milagre literário e matemático igual ao de .
Mateus
E de conformidade com o mesmo princípio pelo qual descobrimos que Mateus sem falta tinha que ter escrito por último, também é certo que Marcos tem que ter feito o mesmo.
Isso quer dizer, que sem dúvida Marcos só pode ter escrito após Mateus.
Mas agora ainda temos que dizer que o evangelho de Lucas apresenta exatamente as mesmas características como de Mateus e Marcos, e do mesmo modo João, Tiago, Pedro, Paulo e Judas.
Assim não temos somente dois gênios literários-matemáticos milagrosos e nunca vistos, mas oito, e cada um deles tem escrito somente depois do outro.
Também isso é tudo.
Como Lucas e Pedro tem escrito cada um dois livros do Novo Testamento, João 5 e Paulo 13 ou 14, terá que se comprovar que cada um só por ter sido escrito após todos os outros.
Dessa mesma forma pode ser comprovado que das 537 páginas do texto grego (edição de Westcott e Host) também tem que ter sido escrito por último, assim como também cada parágrafo, dos quais aparecem muitos várias vezes numa página só.
As mesmas características estão em tudo e não existe possibilidade humana para explicar isto.
Oito homens impossivelmente podem ter escrito cada um por último, 27 livros, 537 páginas e milhares de parágrafos?
Como também é impossível ter sido escrito cada um após outro, sendo que cada um é o último.
Imaginemos entretanto, que um único Espírito dominante ordenava tudo, então o problema é solucionado de modo bem simples e natural, tão fácil como uma equação algébrica.
Isto portanto, significa uma expressão verbal de cada Jota ou Til do Novo Testamento.
Só quero acrescentar ainda, que do mesmo modo podemos provar e comprovar de que o texto hebraico do Antigo Testamento foi também inspirado literalmente. 
Traduzido de:"DER UNS DEN SIEG GIBT", pags. 97-106; de FRIEDHELM KÖNIG.
Artigo acima, extraído do livro "DER UNS DEN SIEG GIBT", é do cientista Dr. Ivan Panin, nascido na Rússia, estudou mais tarde na Alemanha, e depois nos EUA na universidade de Haward.
Foi um gênio matemático bem como um lingüista.
Na idade de de 85 anos ele apresentou fatos científicos, que tem de deixar o mundo estarrecer.
Os manuscritos originais de sua obra somam quase 40.000 páginas, nas quais ele trabalhou durante uns 50 anos de 12 a 18 horas diárias.
Retirado do site www.planodedeus.org
 
Estrutura e Inspiração da Bíblia
 IBADI - Instituto Bíblico da Assembléia de Deus de Imperatriz – MA
 
 2 Tm 3.16 “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para  ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;”
Trabalho de Teologia Sistemática I - 2002
I.B.A.D.I. - Instituto Bíblico da Assembléia de Deus de Imperatriz – MA 
Professor: Pr. Raul Cavalcante Batista
 
Dedicatória:
 
Dedicamos este humilde trabalho aos nossos mestres do Instituto Bíblico da  Assembléia de Deus de Imperatriz, que muito têem se esforçado em prol do ensino sistemático da palavra de Deus a todos nós.
    
I- Estrutura da Bíblia:
 
PEQUENO RELATO DOS LIVROS
 
Os 66 livros da Bíblia estão divididos em duas partes: O Antigo Testamento ou Velho Testamento com 39 livros e o Novo Testamento com 27 livros. Cerca de 40 personagens se envolveram na autoria e compilação dos livros que compõem a Bíblia Sagrada. Cada escritor manifestou seu próprio estilo e características literárias. Entretanto, há na Bíblia um só plano ou projeto, que de fato mostra a existência de um só autor divino, guiando os escritores.
 
A)   O Velho Testamento é dividido em cinco partes:
 
1. Pentateuco Livros da Lei ou Torá contêm cinco livros:
Gênesis - Como a palavra bem indica, é o livro dos princípios: do céu e da terra, das ilhas e dos mares, dos animais e do homem. Com Abraão, temos o começo de uma raça, um povo, uma revelação divina particular, e finalmente uma igreja.
Êxodo - Relata o povo de Deus escravizado no Egito e a grande libertação divina, usando a instrumentalidade de Moisés.
Levítico - Leis acerca de moralidade, limpeza, alimento, sacrifícios, etc.
Números - Relata a peregrinação de Israel, quarenta anos pelo deserto.
Deuteronômio - Repetição das leis.
 
2. Livros Históricos, doze livros:
Josué - Trata da conquista de Canaã. O milagre da passagem do rio Jordão, a queda das muralhas de Jericó, a vitória sobre as sete nações Cananéias, a divisão da terra prometida e, finalmente, a morte de Josué com cento e dez anos.
Juízes - Várias libertações através dos quinze juízes.
Rute - A linda história de Rute, uma ascendente de Davi e de Jesus Cristo.
I e II Samuel - Relatam a história de Samuel, da implantação da monarquia, sendo Saul o
primeiro rei ungido por Samuel. Samuel como o último juiz e a história de Davi.
I e II Reis - Relatam a edificação do Templo de Jerusalém, a divisão do reino. Ministério de Elias e Eliseu. Ainda em II Reis está relatado o cativeiro do Reino do Norte pelos exércitos assírios, e do Sul com o poderio Caldeu de Nabucodonosor.
I e II Crônicas - Registram os reinados de Davi, Salomão e dos reis de Judá até a época do cativeiro babilônico.
Esdras - Relata o retorno de Judá do cativeiro babilônico com Zorobabel e a reconstrução do templo de Jerusalém.
Neemias - Relata historia da reedificação das muralhas de Jerusalém.
Ester - Relata a libertação dos judeus por Ester e o estabelecimento da festa de Purim.
 
3. Livros Poéticos, cinco livros:
Jó - Sofrimento, paciência e libertação de Jó.
Salmos - Cânticos espirituais, proclamações, poemas e orações.
Provérbios - Dissertações sobre sabedoria, temperança, justiça, etc.
Eclesiastes - Reflexões sobre a vida, deveres e obrigações perante Deus.
Cântico dos cânticos - Descreve o amor de Salomão pela jovem sulamita.
 
4. Profetas Maiores, cinco livros:
Isaías - Muitas profecias messiânicas, é considerado o profeta da redenção. O livro contém maldições pronunciadas sobre as nações pecadoras.
Jeremias - Tem por tema a reincidência, o cativeiro e a restauração dos judeus. Jeremias é considerado o profeta chorão.
Lamentações - Clamores de Jeremias, lamentando as aflições de Israel.
Ezequiel - Um livro que contém muitas metáforas para descrever a condição, exaltação e a glória futura do povo de Deus.
Daniel - Visões apocalípticas.
 
5. Profetas Menores, doze livros:
Oséias - Relata a apostasia de Israel caracterizada como adultério espiritual. Contém muitas metáforas que descrevem os pecados do povo.
Joel - Descreve o arrependimento de Judá e as bênçãos. "O dia do Senhor" é enfatizado como um dia de juízo e também de benção.
Amós - Através de visões o profeta reformador denuncia o egoísmo e o pecado.
Obadias - A condenação de Edom e a libertação de Israel.
Jonas - Relata a história de Jonas, o missionário que relutou para levar a mensagem de Deus à cidade de Nínive. O mais bem sucedido dentre os profetas. Um dos profetas que pregou o arrependimento do povo. O povo arrependeu-se e o profeta ficou triste e desejou a morte.
Miquéias - Condição moral de Israel e Judá. Também prediz o estabelecimento do reino messiânico.
Naum - A destruição de Nínive e libertação de Judá da opressão Assíria.
Habacuque - O grande questionamento do profeta a Deus. Como pode Deus justo permitir que uma nação pecadora oprima Israel. Contém uma das mais belas orações da Bíblia.
Sofonias - Ameaças e visão da gloria futura de Israel.
Ageu - Repreende o povo por negligenciar a construção do segundo templo e promete a volta da gloria de Deus.
Zacarias - Através de visões, profetiza o triunfo final do reino de Deus. Ageu ajudou a animar os judeus a reconstruírem o templo. Foi contemporâneo de Ageu.
Malaquias - Descrições que mostram a necessidade de reformas antes da vinda do Messias.
 
 
B)   O Novo Testamento também tem cinco divisões:
 
 
1. Os Evangelhos ou Biográficos:
Mateus, Marcos, Lucas e João. Manifestação do Evangelho. A questão central é a carreira terrena de Jesus Cristo, o filho de Deus.
 
2. Histórico: Atos dos Apóstolos.
Propagação do Evangelho. Trata dos resultados da morte e da ressurreição de Cristo, com a propagação das "Boas Novas" por impulso e liderança do Espírito Santo, começando em Jerusalém, Judéia, Samaria e ate os confins da terra.
 
3. Epístolas Paulinas:
Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemom.
 
4. Epístolas gerais:
Hebreus, Tiago, I e II Pedro, I, II e III João, Judas. Explicação do Evangelho.
As explicações e os conselhos dados pelos apóstolos as igrejas cristãs, ainda no berço, onde são fixadas as doutrinas que devem ser cridas e vividas pelos cristãos de todos os séculos.
 
5. Profético:
Apocalipse - Revelação, Consumação e Juízo de Deus. Um novo Céu e uma nova Terra.  
II- A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA:
O PROBLEMA DO MÉTODO DA INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA:
1. INTUIÇÃO: Inspirados da mesma forma que os filósofos, escritores, etc.

2. ILUMINAÇÃO: Todos os cristãos são inspirados, os escritores sacros maior intensidade. Desta forma a Bíblia contêm a revelação de Deus e tudo o que está escrito não é necessariamente verdade, pois como todo cristão pode cair em erros.

3. DITADA.

1. Aqui o autor humano é mero instrumento (como se fosse uma caneta).

2. O Espírito teria dita o conteúdo da Bíblia. Compare o que os espíritas chamam de Psicografia.

3. Embora quase ninguém segue este ponto de vista (da Bíblia ser ditada), muitos tratam a Bíblia como se não tivesse nenhum elemento humano em sua produção.

4. Não resolve nenhuma das objeções alistadas em III, Aliás, torna – as incompreensíveis.

4. DINÂMICA.

1. Aqui os autores humanos são responsáveis pelo texto bíblico.

2. O Espírito teria lhes dado as “idéias” básicas sobre as quais escreveram o texto em suas próprias palavras.

3. Soluciona – se assim as objeções apresentadas.

4. Mas cria outras duas:
a) Não existem idéias despidas de verbalização.
b) Torna a Bíblia em livro humano em que a contribuição divina é escondida, para não dizer “perdida”. Seu descobrimento é totalmente subjetivo.

5. TESTEMUNHA. Compare Wright, O DEUS QUE AGE. Ed. ASTE

1. Deus age através da história. Ver, por exemplo:
a) O Êxodo.
b) A Páscoa.

2. Aqui nem as idéias, e muito menos as palavras, são dadas pelo Espírito aos autores bíblicos. Deus age, mas não fala.
a) Os homens interpretam como podem os atos divinos.
b) Não há garantia que suas interpretações são certas; isto é, que correspondem à intenção divina.

3. A Bíblia se torna em livro totalmente humano, embora se crê que Deus a tenha escolhido para se revelar aos homens.

6. PLENÁRIO VERBAL.

1. É chamado plenário – verbal porque:
a) É pleno, alcançado todas as partes da Bíblia.
b) É verbal, alcançando as próprias palavras em que a Bíblia é redigida nas línguas originais.

2. As idéias verbalizadas são dados pelo Espírito Santo.
a) Os autores humanos escreveram o que o espírito quis nos transmitir. II Pd 1:21.
b) O Espírito respeitou a realidade dos autores (cultura, vocabulário, estilo, etc.) ajudando-os somente a verbalizar a revelação em termos da época de cada autor.
c) O Espírito guardou os autores de erro ao mesmo tempo em que permitiu–os usarem expressões individuais.

3. Há, portanto, algumas passagens em que o Texto Sagrado trata de problemas puramente culturais da época.

4. Os autores do N.T. são levados pelo Espírito a usar o A.T. e até modificar citações dele para esclarecer a última e perfeita revelação em Jesus Cristo.

5. Logo, a Bíblia é ao mesmo tempo divino em sua origem e humana em sua apresentação.
Retirado da Web.
Conclusão:
 
Concluímos que a Bíblia é verdadeiramente a palavra de Deus e que é inspirada por Deus em todos os seus 66 Livros e 1.189 capítulos, 31.173 versículos.
  
2 Tm 3.16 “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;”
Bibliografia:
 
 Bíblia de Estudo Pentecostal
CD – CPAD – RJ – 2000
 
SITE WEB www.estudosbiblicos.com.br
 
Você sabia?
- O Salmo 119 tem, em hebraico, 22 seções de oito versículos. Cada uma das seções inicia com uma letra do alfabeto hebraico, de 22 letras. Dentro das seções, cada versículo inicia com a letra da seção.

- Que "o caminho de um sábado" era o caminho permitido no dia de sábado; a distância que ia da extremidade do arraial das tribos ao tabernáculo, quando no deserto, isto é, cerca de 1.200 metros.

- O capítulo 19 de II Reis é igual ao 37 de Isaías.

- No livro Lamentação de Jeremias, os capítulos 1, 2 e 4 têm versículos em número de 22 cada, compreendendo as letras do alfabeto hebraico. O capítulo 3 tem 66 versículos, levando cada três deles, em hebraico, a mesma letra do alfabeto.

A Menor Bíblia
A menor Bíblia existente foi impressa na Inglaterra e pesa somente 20 gramas. Este fabuloso exemplar da Bíblia mede 4,5 cm de comprimento, 3 cm de largura e 2 cm de espessura. Apesar de ser tão pequenina, contém 878 páginas, possui uma séria de gravuras ilustrativas e pode ser lida com o auxílio de uma lente.
A Maior Bíblia
A maior Bíblia que se conhece, contém 8.048 páginas, pesa 547 quilos e tem 2,5 metros de espessura. Foi confeccionada por um marceneiro de Los Angeles, durante dois anos de trabalho ininterrupto. Cada página é uma delgada tábua de 1 metro de altura, em cuja superfície estão gravados os textos.
Vamos Ler a Bíblia ?
A Bíblia contém 31.000 versículos e 1.189 capítulos. Para sua leitura completa, são necessárias 49 horas, a saber, 38 horas para a leitura do Velho Testamento e 11 horas para a do Novo Testamento. Para lê-la audivelmente, em velocidade normal de fala, são necessárias cerca de 71 horas. Se você deseja lê-la em 1 ano, deve ler apenas 4 capítulos por dia.
Tradução
Você sabia que das 2.000 líguas e dialetos falados no mundo, cerca de 1.200 já possuem a Bíblia ou textos bíblicos traduzidos
 
http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/
 
 
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Fotos
 

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PASSAGEM PARA MORAR NO CEU?


Uma grande maioria das pessoas acham que serão salvos se forem todos os dias á igreja. se estiverem em um ativismo sem fim em nome de Deus,. Eu te falo nesta manha, se você tem ido feito tudo isto ao ponto de carregar apenas stress e vida infrutífera, então meu amigo aqui esta a resposta, VOCE para morar no céu precisa ter as bem aventuranças em sua vida.
Vejo crentes cínicos, irônicos, críticos da vida dos outros, santarrões, que acham que "EU SOU SALVO "  mas, são pessoas dignas de pena porque nada mais são do crentes rancorosos, invejosos, arrogantes e cheios de querer ministerialmente  passar a perna  no Pastor, nos irmãos que estão tentando fazer alguma coisa na igreja e para Jesus. Destes a  MISERICORDIA A MANSIDAO, A HUMILDADE E OUTROS FRUTOS DO ESPIRITO HA MUITO NAO FAZEM PARTE DE SUAS VIDAS. Deixa hoje Deus fazer diferença em você , deixa Jesus te levar pela porta que te transformará, deixa ELE te mostrar como você realmente tem sido e vivido ! Faça um novo caminhar e volte-se para o primeiro amor
 
 Então disse: Eis que eu faço uma aliança; farei diante de todo o teu povo maravilhas que nunca foram feitas em toda a terra, nem em nação alguma; de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás, veja a obra do Senhor; porque coisa terrível é o que faço contigo. Êxodo 34:10
Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer. João 15:15
 
As Bem Aventuranças
¶ E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;
E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
¶ Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
¶ Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.
Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
¶ Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo.
Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno.
Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,
Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta.
Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão.
Mateus 5:1-25