Arquivo do blog

Postagens populares

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Vencendo os Complexos

 
-Tema: CURA INTERIOR
“em tudo fomos atribulados: lutas por fora, temores por dentro
 II Coríntios 7.5
-Introdução: Os complexos aprisionam as pessoas. Um complexo é tudo o que complica e dificulta o viver provocando uma bagunça de sentimentos e emoções que se misturam. 
    O apóstolo Paulo abre seu coração testemunhando que desde que foi para a Macedônia sofreu muito e enfrentou “lutas por fora, temores por dentro”. Estar na Macedônia era estar no lugar que Deus lhe mandou (Atos 16.9) por isso tinha forças para suportar tudo, mas precisou lutar para não ser absorvido pelos problemas externos que entram e se tornam complexos.
Muitas pessoas vivem em baixa autoestima porque sofreram bullying, foram criticadas demais e viveram em ambientes hostis. Vidas que foram oprimidas e não conseguem mais se levantar. Uma pessoa complexada absorve os problemas externos tudo se torna mais complicado. 
Como vencer os complexos?
Vamos aprender como alguns homens de Deus venceram seus complexos:
1- MEDO > Moisés: Êxodo 3.10-14
Moisés conhecia o Egito e sabia quantos guardas, portões e barreiras havia par chegar até Faraó. Também conhecia as sentenças para quem afrontasse o soberano egípcio. Por isso Moisés teve medo quando Deus lhe chamou para libertar o seu povo da escravidão. Por várias vezes Moisés argumentou com Deus que não tinha condições de ser o libertador, mas Deus lhe mostrou que seu poder é maior que o medo. Para cada dúvida de Moisés, Deus lhe dava a certeza de que não estaria sozinho, então não havia o que temer (Êxodo 4.1-15).
O medo paralisa as pessoas. Todo medo é uma mentira baseada na hipótese da derrota. Contudo, a fé é a convicção que te dá coragem de lutar e vencer. Uma das bases do medo é o sentir-se sozinho. Por isso Deus tantas vezes diz na sua palavra “não temas” e “eu estou contigo”. O próprio Senhor Jesus disse subindo aos céus disse que “eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mateus 28.20).
Você está com medo?
Você não está sozinho!
                              
2- INFERIORIDADE > Gideão: Juízes 6.11-16
Gideão estava vivendo um momento de conflitos no meio do seu povo que estava sendo massacrado pelos inimigos. Mas dentro de Gideão havia um sentimento de pequenez que o levou a se esconder no lagar (v.11) e pensar que sua família era inferior a dos outros (v.15). Diante disso, Deus levantou a estima de Gideão chamando-lhe de “homem valente” (v.12) e forte (v.14).
O complexo de inferioridade inibe a capacidade da pessoa que não acredita em si mesma. A inferioridade é um pensamento que te faz sentir menor do que realmente é. Jesus compreende você porque mesmo sendo o Deus grandioso que criou todas as coisas, foi capaz de se humilhar em forma humana, sabendo que seria exaltado acima de tudo (Filipenses 2.1-10). Por isso Jesus deixou uma garantia de que “todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado” (Lucas 14.11). Não acredite que você não tem valor, pois você foi comprado por alto preço, pelo sangue de Jesus.
Você se sente inferior às pessoas?
Deus valoriza e ama sua vida!

3- AUTOCOMPAIXÃO > Elias: I Reis 19.9,10
Elias foi um dos profetas mais usados por Deus. Mesmo assim fugiu de Jezabel quando lhe ameaçou de morte e por isso se escondeu numa caverna. Foi ali dentro da caverna que Deus lhe perguntou duas vezes “que fazes aqui Elias?” (I Reis 19.9,10 e 13,14) e ele desabafou com o Senhor dizendo que estava sozinho porque todos os outros profetas já tinham sido mortos. Sua fala é cheia de autocompaixão e a resposta de Deus tratou sua autocompaixão desafiando-o a sair da caverna e continuar seu ministério ungindo reis e profetas (I Reis 19.16-19).
Autocompaixão é ter pena de si mesmo. Quando a pessoa pensa que está só e ninguém lhe ajuda, então começa a ter dó de si próprio para suprir sua falta de apoio. Infelizmente este é um sentimento vazio que só traz perca de tempo e aumenta o sofrimento. O ideal é se levantar e reagir “porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação” (II Timóteo 1.7). Não pense que você é vítima tudo e todos. Assuma sua responsabilidade e lute para mudar a situação.
Você tem pena de si mesmo?
Levante-se e tome atitude de servo de Deus!

4- DISCRIMINAÇÃO > Jeremias: Jeremias 1.4-9
Jeremias era bem jovem quando foi chamado por Deus e por isso achou que não seria aceito pelas pessoas como profeta. Sabia que a sociedade judaica era muito seletiva e uma pessoa só era considerada alguém depois de sua maioridade e após ter realizado algum feito considerável. As crianças e jovens não eram nem mesmo contados. Deus não aceitou sua desculpa e lhe garantiu que foi escolhido especialmente para este ministério antes mesmo de seu nascimento (v.5).
A sociedade estipula padrões que ditam o que é bom ou ruim. Deste modo as crianças são discriminadas se não tiverem o brinquedo novo, os jovens são excluídos se não tiver acesso à tecnologia, mulheres devem estar na moda e manter o corpo em forma e os homens precisam ter o melhor emprego e carro do ano. Como servos de Deus, precisamos nos libertar disso tudo e saber que somos escolhidos pelo Senhor “porque para com Deus não há acepção de pessoas” (Romanos 2.11).
Você está sendo discriminado?
Deus te aceita como você é e te transforma!

Os complexos podem ser vencidos!
-CONCLUSÃO:
Se uma lagarta pensasse que é feia e que vai rastejar sua vida toda, deixando de se preparar ou construir o casulo para o futuro, certamente nunca se transformaria numa borboleta para voar tão longe.
Talvez você esteja sofrendo com complexos como o medo, a inferioridade, autocompaixão ou discriminação. Conte tudo para Deus abrindo o seu coração diante do Senhor que pode te curar. Se todos já te decepcionaram, saiba que Jesus nunca vai te decepcionar e você pode confiar nele para sempre como seu melhor amigo. O melhor remédio é dado pelo Médico dos médicos, mas é preciso se entregar no divã de Deus para ser tratado por ele.
Qual é o seu complexo?
Jesus é o melhor de todos psicólogos!