Arquivo do blog

Postagens populares

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Jovem Que Deseja Ser Usado Por Deus



 O JOVEM QUE ASSUMIU RESPONSABILIDADES
Murilo Vilela


”Ninguém despreze a tua mocidade;
pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra,
no procedimento, no amor, na fé, na pureza”.
Texto: 1 Timóteo 4:12

Timóteo: Em grego significa aquele que adora a Deus. Era filho de um casamento misto. Sua mãe que o instruiu nas escrituras era judia e seu pai era grego. Era nativo de Listra e muito estimado pelos seus irmãos na fé. Foi discípulo, assistente, companheiro de Paulo e amigo pessoal do apóstolo.

Habitualmente, pensa-se que jovens não devem assumir responsabilidades. Uma das características do jovem é justamente não ser responsável. Os jovens, no entanto, desejam exercer seus direitos, querem sair sozinhos, querem dirigir, querem votar, querem namorar, querem tomar decisões, e, para isto, precisam de assumir responsabilidades. A Bíblia nos ensina, através do jovem Timóteo, que o jovem pode ser responsável.

Assumir as responsabilidades é ser discípulo, em hebraico “limmüdh”, significa aprendiz. Discípulo é aquele que aprende, assimila e segue os conselhos do seu mestre, com disciplina, visando aplicar os conhecimentos adquiridos de modo prático e eficiente, em consonância com o aprendizado ministrado. No mundo antigo, os filósofos gregos e os rabinos judeus reuniam em torno de si discípulos. Ser discípulo é mais do que um aprender-assimilar-praticar mecânico; é viver.

Experiências dolorosas servem geralmente como portas para novas oportunidades e que a juventude não deve ser uma desculpa para a ineficácia e não devem nos afastar de Deus, nem nos tornar indisponíveis para Ele.

JOVEM CRISTÃO E SUA RESPONSABILIDADE

É convocado a ser diferente (2Tm 3:10,14). Ele não deve ser diferente nos costumes, nem na cultura, mas ser diferente no ponto de vista. O jovem deve vestir-se como jovem, falar como jovem e gostar de coisas de jovem, porém ele deve ser diferente na hora de saber escolher entre o fazer o que é certo e o que é errado.

E convocado a ser criterioso (Tt 2:6). O jovem tem que ter critérios, referenciais.

É convocado para ser sóbrio (2Tm 4:5a). A sobriedade do jovem cristão é o equilibrio.

É convocado a ser puro (2Tm 2:22). Deve fugir de situações que o levem à impureza e ao pecado. Não se pode evitar a tentação, mas se pode evitar cair nela.

E convocado para conhecer a Bíblia (2Tm 2:15). A Bíblia é o manual de vida, e, quando se está começando a viver, nada melhor do que conhecer a base de orientação para vida.

É convocado a pregar o evangelho (2Tm 4:1,2, 5b).
QUAL É O JOVEM QUE DEUS USA?
Às vezes, pensa-se que Deus só usa jovens cheios de talentos e extrovertidos. Contudo, o texto nos mostra que Deus usa jovens que são sinceros para com Ele, independentemente de seus temperamentos e aptidões:

Timóteo tinha um temperamento introvertido.

Ele era tímido (2Tm 1:7).

Ele era emotivo (2Tm 1:4).

Ele era medroso (2Tm 1:7,8; 2:1,3; 3:12).

Ele era doente (1Tm 5:23).
Timóteo era comprometido com Deus (1Tm 4:12). Timóteo era um dos grandes exemplos de fidelidade e responsabilidade (Fp 2:19-21; 1Co 16:10).

JOVEM QUE DESEJA SER USADO POR DEUS

Formação familiar (2Tm 1:5; 3:15). Timóteo teve orientação cristã na sua família. Não significa que o jovem que não teve essa orientação não pode ser usado por Deus mas, sim, evoca a importância do envolvimento espiritual na família.

Amizade espiritual (2Tm 1:4; Fl 2:19,20). Timóteo tinha amigos com os quais podia compartilhar sua fé, falar sobre suas dúvidas e fraquezas, orar juntos, etc.

Dom espiritual (2Tm 1:6; 1Tm 4:14). O jovem que deseja ser usado por Deus não deve negligenciar o dom que Deus lhe deu; antes, deve exercitá-lo com disposição. Há tantos jovens com tantos dons e talentos para serem usados no reino de Deus mas muitos se escondem, muitos se inibem.

A disciplina pessoal (2Tm 2:4-6). A juventude é tempo de fazer esforço. Assim como seu corpo precisa de exercício para crescer sadio e forte, assim como para você ser bem sucedido na vida tem que estudar e investir em conhecimento, assim também é na vida espiritual. São necessários disciplina diária, exercício físico, estudo e oração.
“O importante não é ser um visionário, mas ter as visões de Deus”.
CONCLUSÃO
Timóteo era um jovem semelhante a milhares que estão todos os dias nas igrejas, escolas e ruas. Timóteo foi diferente, pois encontrou em Jesus a razão da sua vida. Tornou-se um lider, um evangelista comprometido com o reino de Deus.
Billy Graham diz: “Há apenas uma paixão capaz de controlar as outras: a paixão de conhecer e obedecer a Deus.”