Arquivo do blog

Postagens populares

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Mestre Jesus



 
 

 

Em meio à rua, em lugares ermos, um  mestre com disposição para ensinar andava,

Ensinar a vida, o amor a compreensão, harmonia e a comunhão;

Curava a dor, a tristeza e insatisfação,

Sua sala de aula era o deserto, a praia, o mar, dentro de um barco, nas montanhas, pelas ruas e festas e então até nos cemitérios por onde ele andava sua sala de aula ali funcionava,

Fazia sinais, escrevia no chão e os que se achavam grandes, mesmo na areia tornava conhecido o seu coração,

Suas historias eram tão lindas, que as pessoas vinham ficavam o dia todo com grande satisfação, sentavam em qualquer lugar,

A paz era tão grande que nem mesmo a fome tirava a concentrarão,

Ensinava com o olhar e as palavras então?

Penetravam nos ossos, separava medula, alma e espírito, as verdades de um coração,

Para Ele funcionava a Inclusão, paralíticos, surdos, mudos, enfermos, desmemoriados, encurvados, coxos, egoístas e mal amados onde ele passava nada de ruim ficava e até os tagarelas ali se  calavam...

Seu local de reflexão era um monte, cercado de natureza, cheio de oliveira, onde brotava somente a verdade, justiça e o perdão,

Com a cabeça em uma pedra dura, meditava se livrava da aflição enquanto se alimentava e dialogava diante de uma supervisão;

Tinha um sonho uma necessidade, motivar, educar, ensinar para um povo, uma pequena nação, pois se tornariam doutores em sabedoria e qualificação, porque no planeta  terra a eles clamariam buscando conhecimento a  respeito da salvação.

Mais eles viram, ouviram, maravilharam-se, aprenderam, porem ousaram não aceitar a palavra disseminar,

Mas veio um povo diferente,  e ele os conquistou, deixando a semente, da palavra na mente que impregnada ficou,

Vida de professor apedrejado pelas ruas andou humilhado pisoteado, sua cruz carregou,

A dor, o desprezo, e as suas emoções?  Disto ninguém se lembrou,

O suor do seu rosto a dor de seus pés, o furo nas mãos que ate sangrou

As mãos do professor,

Que com sua dor pelo mundo andou e até hoje transforma e ensina de um jeito inovador.

 Vamos juntos buscar inspiração neste exemplar formador!

Prª Cleusa Maria